Home Loteria Abrigo de Conservatória ganha lavanderia hospitalar patrocinada pela LOTERJ
< Voltar

Abrigo de Conservatória ganha lavanderia hospitalar patrocinada pela LOTERJ

18/03/2015

Compartilhe

Os 40 idosos que vivem no Lar dos Velhos de Conservatória, distrito de Valença, ganharam um cuidado a mais. No último sábado (14), o RioSolidario, em parceria com a LOTERJ, entregou a obra de uma lavanderia hospitalar para o abrigo. Os novos equipamentos vão ajudar na higiene e proteção dos moradores do lar, evitando a contaminação e proliferação de doenças.

A construção da lavanderia seguiu as normas técnicas da Anvisa, encontradas no manual de Processamento de Roupas de Serviços de Saúde: prevenção e controle de riscos para danos sanitários. Com acomodação adequada, segurança e higiene, o novo equipamento realiza todo o processo de esterilização de roupas e toalhas. A roupa suja fica separada da limpa e existem dosadores programados para receber até 25 kg. O material passa ainda por uma centrífuga e uma secadora.

– Espero que o RioSolidario, em parceria com a Loterj, possa ainda levar benefícios como este a cada um dos 92 municípios do estado – disse a primeira-dama e presidente do RioSolidario, Maria Lucia Horta Jardim, que participou da inauguração.

A construção da lavanderia hospitalar faz parte do programa de doações do RioSolidario. A obra contou com o investimento de R$ 190.920,54, concedidos pela Loterj. Além disso, a Secretaria de Estado de Saúde foi responsável pelo projeto que, além dos equipamentos, conta com rouparia, banheiros e área de convivência para os funcionários.

Segundo a presidente da instituição, Haydée Motta, apesar de não receber pessoas com doenças infectocontagiosas, a casa necessitava da lavanderia por causa da grande demanda e por se tratarem de idosos acamados.

– A lavanderia que tínhamos era muito antiga e funcionava em condições precárias. Se a máquina parasse, não teríamos mais condições de cuidar dos idosos sem as roupas lavadas. A obra foi crucial. Agora, sim, eles podem viver dignamente – afirmou Haydée.

Fundado em 1981, o Lar dos Velhos de Conservatória atende 40 idosos entre 60 e 101 anos, e também recebe homens e mulheres amparados pela Lei Orgânica da Assistência Social – LOAS. Ao todo, 21 funcionários trabalham na casa para que o idoso se sinta acolhido e valorizado. O abrigo também oferece atendimento médico, atividades de fisioterapia, alimentação saudável e medicamentos. (Notícias do Governo do Estado do Rio de Janeiro)