Home Cassino Adelor Lessa: Liberar os cassinos no Brasil
< Voltar

Adelor Lessa: Liberar os cassinos no Brasil

21/05/2020

Compartilhe

“O projeto, se implantado, teria resolvido a situação financeira de Laguna e teria feito de Florianópolis uma Mônaco. Eu não tenho dúvida disso”, Adelor Lessa

Lá pelos anos 70 se ouvia que Santos Guglielmi queria fazer um cassino em Laguna. Que ele tinha tudo projetado. A construção do Laguna Turist já faria parte desse projeto audacioso. E eu ouvia anos depois que o filho dele, Realdo Guglielmi, projetava um cassino em uma ilha em Balneário Camboriú e outro em Florianópolis. O que é fato é que os dois, pai e filho, estavam sempre pensando longe. O projeto, se implantado, teria resolvido a situação financeira de Laguna e teria feito de Florianópolis uma Mônaco. Eu não tenho dúvida disso. Mas cassino até hoje está proibido no Brasil.

Leio agora que o Governo Federal volta a tratar da liberação de cassinos no Brasil. Por que não? Se o governo encaminhar com propostas, limites, isso vai gerar receita nova, emprego. Não está na hora de o Brasil se abrir para isso? Uruguai, Argentina, Paraguai têm. Outros países também. O Ministro do Turismo disse que as conversas sobre o assunto foram paralisadas pela pandemia de Covid-19. A ideia de início é autorizar cassinos em resorts. Os críticos entendem que isso vai servir para lavagem de dinheiro, que vai explorar prostituição, servir de lugar para crime organizado. Mas nada disso é novidade no Brasil, já acontece tudo isso. Nada disso seria novo no país.

Cabe ao poder público fiscalizar, estabelecer limites, agir. E poderia ter mais recursos para enquadrar com as receitas vindas dos cassinos. Isso vai gerar empregos, milhares de empregos, e vai gerar receita nova, receita quente para as cidades. Depois, país que tem Mega-Sena e um rol de loterias e jogos tocados por um banco do governo, porque tão pudico com tantas restrições aos cassinos. Nada bem fiscalizado tem problema. Tudo bem fiscalizado pode funcionar com limites e produzir bons resultados. É preciso aprimorar e rever conceitos. A vida é assim. É preciso avançar. Então, que tal?

Pensem nisso e vamos em frente!

(Blog Adelor Lessa – 4oito)