Home Destaque Alexandre Manoel fala sobre a abertura do mercado de loterias no Brasil
< Voltar

,

Alexandre Manoel fala sobre a abertura do mercado de loterias no Brasil

24/04/2018

Compartilhe

Alexandre Manoel destacou que o processo da LOTEX representará a abertura do mercado para competição e concorrência, proporcionando a modernização, geração de empregos e arrecadação para o governo

O secretário de Acompanhamento Fiscal, Energia e Loteria do Ministério da Fazenda (MF/Sefel), Alexandre Manoel, participou nesta segunda-feira (23), em São Paulo, da abertura da oitava edição do Brazilian Gaming Congress (BgC). Durante o evento, ele realizou palestra sobre a abertura do mercado de loterias no país, incluindo aspectos de regulação.
Entre os temas abordados, o secretário citou o caso da Loteria Instantânea Exclusiva (Lotex) como uma ação efetiva de abertura do mercado brasileiro de loterias.
No último dia 03 de abril, foi publicado no Diário Oficial da União o Decreto nº 9.327, que regulamenta a nova loteria. Nesta nova modalidade, os apostadores conhecem o resultado imediatamente, sem a necessidade de aguardar o sorteio ou a apuração de concurso lotérico.
Para uma plateia formada por profissionais tanto de regulação quanto de operação de jogos com aposta no mercado internacional, Alexandre Manoel esclareceu questões da regulação e da operação de loterias no Brasil, além das etapas executadas ao longo do processo de privatização da Lotex.
O leilão da nova loteria está marcado para 14 de junho deste ano. O secretário destacou tratar-se de um leilão competitivo que contará com a participação das maiores empresas de loterias do mundo.
“O pagamento mínimo de outorga de R$ 546 milhões e um plano de negócios que sinaliza para um crescimento de mais de 30% do mercado de loterias no Brasil pelos próximos cinco anos e mais que duplicá-lo ao longo dos próximos 15 anos é sem dúvida um excelente projeto para o país”, observou.
Além do representante do Ministério da Fazenda, a abertura do evento contou com a participação do senador norte-americano  William Coley, II e da presidente da Comissão de Jogos de Las Vegas, Becky Harris. (Ascom Ministério da Fazenda – SP)