Home Blog Ministério da Economia deverá autorizar reajuste do preço das apostas
< Voltar

Ministério da Economia deverá autorizar reajuste do preço das apostas

10/10/2019

Compartilhe

O valor da aposta na Mega-Sena será reajustado em 28,6% passando de R$ 3,50 para R$ 4,50 a partir do dia 11 de novembro

A Secretaria de Avaliação, Planejamento, Energia e Loteria do Ministério da Economia – SECAP-ME deverá anunciar nos próximos dias o reajuste do preço das apostas das loterias, solicitado pela Caixa Econômica Federal e pelos empresários lotéricos através da FEBRALOT. O valor da aposta na Mega-Sena será reajustado em 28,6% passando de R$ 3,50 para R$ 4,50 a partir do dia 11 de novembro.

Em maio deste ano, a Caixa Econômica Federal encaminhou ofício a SECAP solicitando o reposicionamento dos preços dos produtos lotéricos: Mega-Sena (28,5%), Lotofácil (25%), Quina (33,3%), Lotomania (66,6%), Dupla Sena (25%), Timemania (50%), Loteca (50%) e Lotogol (50%).

Naquela época, os cálculos de analistas da Ativa Investimentos previram um impacto na inflação de 0,13 ponto percentual já que no Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), o subitem “jogos de azar” subiria 30%, segundo as estimativas.

Negativa da SECAP

Em julho, a SECAP-ME negou e justificou o reposicionamento dos preços através de Nota Técnica e Anexo muito bem fundamentadas. Uma das justificativas para o reajuste dos preços dos produtos lotéricos era a defasagem com o índice oficial de inflação, o IPCA, e a evolução dos custos e despesas operacionais da administração das loterias, além da manutenção das Unidades Lotéricas, com o intuito, segundo a própria CEF, de resguardar a rentabilidade do negócio.

Outro argumento foi na premissa que a elevação dos preços dos produtos lotéricos poderia promover uma redução da arrecadação da União devido ao fato da conjuntura da economia brasileira daquela época, não existir elementos que mostrem que está havendo intenso crescimento da renda do trabalho.

Lotéricos comemoram

Em um grupo de discussão no WhatsApp, os empresários lotéricos comemoraram a decisão do governo em reajustar os valores das apostas.