MagocomTerça-Feira, 12 de Dezembro de 2017 Assine o BNLCadastre-se
Blog do editor









Busca

Blog do editor < Voltar

Blog do editor

Magnho José

Colômbia e Argentina devem superar Brasil e atrair mais turistas 11/08/2017 16:40:43

Só para lembrar que Argentina e Colômbia têm jogos legalizados com robustas operações de cassinos.

O colunista Lauro Jardim informa na edição do O Globo deste domingo que projeções da Embratur apontam que a Argentina e a Colômbia caminham para tirar do Brasil o posto de maior destino turístico da América do Sul. De 2014 para 2016, a Argentina recebeu 5% mais turistas, chegando a 6,2 milhões de pessoas. A Colômbia cresceu 21% no período, atingindo 5,1 milhões de visitantes em 2016. Já o Brasil, apesar do apelo das Olimpíadas, cresceu apenas 3% nesses dois anos, recebendo 6,6 milhões em 2016.

Comento

Só para lembrar que Argentina e Colômbia têm jogos legalizados com robustas operações de cassinos.

Comentários (2)
 
Francisco Zupelari Neto
14/08/2017 16:44:20

Hilário e patético. Cada sociedade tem o governo que merece, pois, um pais, com as dimensões territoriais que nós temos, com as belezas naturais que nós temos, ficar na retaguarda de dois países que tem muito menos que nós temos... piada pronta. O Brasil, devido a esta inexplicável proibição dos cassinos deixa de escalar posições no panorama turistico internacional. è isot aí MP continue a se esforçar para que continuemos a exportar brasileiros para Porto Iguaçu, etc.. Triste fato.

Francisco Zupelari Neto
14/08/2017 16:49:07

Com o fomento que decorreria do desenvolvimento da potente industria dos cassinos e entretenimento, aliados AO COMBATE EFETIVO da violência (isto não parece ser o escopo do parquet), ademais de deixarmos de ser um pais monoglota, levariam o Brasil a ocupar um lugar hegemônico no mundo, não só acerca do turismo, mas também em relação aos países mais ricos, já seriamos, sem duvida, a sexta economia do mundo. Acorda Brasil!!

Para comentar essa postagem você deve estar logado!

Clique aqui para se logar ou se ainda não for cadastrado cadastre-se aqui.