MagocomTerça-Feira, 12 de Dezembro de 2017 Assine o BNLCadastre-se
Blog do editor









Busca

Blog do editor < Voltar

Blog do editor

Magnho José

Sobe arrecadação das loterias que Temer quer privatizar informa o Sindicato dos Bancários de São Paulo 11/10/2017 22:03:45

A arrecadação da Caixa Econômica Federal com as loterias – que o governo Temer pretende privatizar – subiu no acumulado do ano. O montante, de R$ 9,97 bilhões entre janeiro e setembro, foi o maior dos últimos cinco anos, representando aumento de 28% em relação a 2012. E não se destina somente aos prêmios de apostadores, mas também financia ações nas áreas de saúde, previdência, assistência social, esporte, cultura, educação e segurança pública.

Mesmo com o excelente resultado, o governo pretende organizar um leilão para repassar a administração da Lotex, a loteria conhecida como “raspadinha”, para a iniciativa privada. Até julho, a estimativa era de que a concessão da Lotex poderia arrecadar R$ 4 bilhões, valor agora diminuído para R$ 2 bi.

De acordo com a Caixa, entre 2011 e 2016, as loterias arrecadaram R$ 60 bilhões, dos quais R$ 27 bi foram direcionados para o financiamento de projetos em áreas como cultura, esporte, bolsa de estudo e segurança pública.

“O governo Temer pretende vender para a iniciativa privada um serviço lucrativo e que financia programas sociais e culturais. Se isso ocorrer, esses lucros serão exclusivos dos controladores das loterias, ao invés de continuarem sendo aplicados nessas áreas que beneficiam toda a sociedade”, alerta o diretor executivo do Sindicato e empregado da Caixa, Dionísio Reis Siqueira.

Somente em 2016, as loterias operadas exclusivamente pela Caixa arrecadaram R$ 12,9 bilhões, dos quais R$ 4,8 bi foram transferidos para programas sociais. Desse total, 45,4% foram para a seguridade, 19% para o Fies, 19,6 % para o esporte nacional, 8,1% para o Fundo Penitenciário Nacional, 7,5% para o Fundo Nacional de Cultura e 0,4% para o Fundo Nacional de Saúde.

Em 2012, o total arrecadado ficou em R$ 7,8 bilhões. De lá para cá o crescimento foi de 28% e somente em setembro, foram gastos R$ 1,28 bilhão nessas apostas, aumento de 14,29% em relação a agosto.

No acumulado do ano, o repasse totalizou R$ 4,8 bilhões. Nos 12 meses de 2015, os recursos somaram R$ 7 bilhões; em 2014, 6,39 bilhões; em 2013, R$ 5,38 bilhões; e em 2012, R$ 4,89 bilhões. (Redação Spbancarios, com informações da Agência Brasil)

***

Confira 

- Temer quer anunciar privatização da Caixa no fim do ano.

-  ‘Campanha em defesa da Caixa é lançada durante ato no Rio’.

Comentários (0)

Para comentar essa postagem você deve estar logado!

Clique aqui para se logar ou se ainda não for cadastrado cadastre-se aqui.