Home BNL Cassinos de Macau apostam em “slot machines” VIP
< Voltar

Cassinos de Macau apostam em “slot machines” VIP

21/03/2016

Compartilhe

As salas VIP dos cassinos de Macau contam agora com uma novidade: as "slot machines". O desespero por aumentar as receitas nos cassinos fez com que as empresas da indústria levassem as máquinas para as salas onde ficam os jogadores que geralmente gastam mais, noticiou a agência Bloomberg.

Habitualmente, as salas VIP têm apenas mesas para jogos como a roleta, o "blackjack" ou o "poker", enquanto as "slot machines" são relegadas para a zona de entrada dos cassinos. "O desespero dos cassinos de Macau é evidente", escreve a Bloomberg.

Esta tentativa de reformular as salas de jogo em Macau foi uma estratégia para atender a demanda durante a celebração do Ano Novo chinês, comemorado no dia 9 de fevereiro, uma das datas mais movimentada dos cassinos macaenses.

A Bloomberg conta que, uma semana após a abertura, os responsáveis pelo cassino Jimei já tinham abandonado a ideia de cobrar 100 mil dólares de Hong Kong (11.773 euros) de taxa para os seus membros jogarem na sala VIP. "Venham jogar! Aceitamos um dólar (cerca de 10 cêntimos)", convida o funcionário da sala VIP do cassino Jimei, citado pela Bloomberg.

Em 2014, antes das investigações por corrupção na China, as receitas dos cassinos chegavam aos US$ 4,8 bilhões (4,4 bilhões de euros) todos os meses. Durante os últimos meses, as receitas dos cassinos de Macau têm caído, tendo registrado em janeiro US$ 2,3 bilhões (2,1 bilhões de euros), menos de metade do registrado há cerca de 20 meses.

Globalmente, a indústria de jogo em Macau, que já chegou a valer o equivalente a sete vezes o faturado nos cassinos de Las Vegas, registrou uma queda de 34,3% em 2015.

As "slot machines" representaram apenas 5% das receitas totais da indústria do jogo de Macau durante o ano passado, ainda assim, têm "fãs persistentes", disse Zhang Zheng, responsável pela sala VIP do cassino Jimei. Zhang Zheng acrescenta que, se maiores apostadores começarem a jogar nas "slot machines", as receitas podem subir para o quíntuplo, o que explica a estratégica de localização destas máquinas nas salas VIP.

"Uma mesa tradicional de jogo numa sala VIP quase não dá lucro hoje em dia", explica o responsável. "Estou confiante de que a ‘slot machines’ VIP podem ter um melhor desempenho porque enfrentam menos competição", concluiu.

Ainda de acordo com a Bloomberg, nos últimos quatro meses de 2015 fecharam mais de 30 salas VIP e o número pode aumentar no início deste ano, dependendo do desempenho dos cassinos durante as comemorações do Ano Novo chinês, prevê Kwok Chi-chung, presidente da Associação de Promotores de Jogo e Entretenimento de Macau.

O abrandamento da economia chinesa tem feito com que os grandes jogadores dos cassinos macaenses se afastem. Já no início de setembro de 2015, o Governo de Macau anunciou a entrada em vigor das chamadas "medidas de austeridade", depois de os cassinos terem registrado receitas abaixo do limite fixado pelo Executivo. (Jornal de Negócios – André Vinagre)