Home Destaque Denúncia de lotérica na BA sugere compra de aposta para liberar auxílio-emergencial
< Voltar

,

Denúncia de lotérica na BA sugere compra de aposta para liberar auxílio-emergencial

30/04/2020

Compartilhe

Mulher denuncia lotérica no oeste da Bahia (Foto: Reprodução/TV Bahia)

Clientes de uma casa lotérica de Luís Eduardo Magalhães, cidade do oeste da Bahia, afirmam que o estabelecimento tem pedido para que as pessoas comprem bilhetes de jogos no valor de R$ 10 para liberar a quantia total do auxílio emergencial (R$ 600), disponibilizado pelo Governo Federal como medida ao novo coronavírus. O motivo seria a falta de dinheiro no caixa.
“Eu paguei uma conta e quando eu fui pegar meu dinheiro ela disse: ‘Vocês levam o jogo de R$10, porque eu não tenho troco. Estou sem dinheiro no caixa’. Eu disse para ela que não quero. Quero meu dinheiro completo. Dez reais já me faz falta para comprar uma fralda para meu filho, uma merenda”, revelou.
Ela contou ainda que precisou insistir muito para consegui o dinheiro total do auxílio. Já uma colega dela saiu do local com R$ 590.
“Ela disse então ‘Não, você tem que levar o jogo’. Eu insisti e então ela me deu o dinheiro completo. Eu disse a ela que não deixaria meus R$ 10 e ela me deu. Agora, o da minha amiga ela não deu. Acho isso errado”, completou.
A dona da casa lotérica, que fica no bairro Santa Cruz, confirmou nesta quarta-feira (29) a situação e pontuou que o estabelecimento tem autonomia para agir dessa forma. No entanto, ela explicou que as pessoas não são obrigadas a aceitarem.
Ainda de acordo com ela, o local tem ficado sem dinheiro com frequência depois que a demanda para receber o auxílio aumentou.
Antes, o abastecimento era feito através de Barreiras, cidade vizinha. Mas passou a ser de responsabilidade do Governo Federal, o que aumenta o prazo para o envio do dinheiro.
Por isso, o local nem sempre consegue pagar a quantia total ou dar o troco devido para os clientes por falta de dinheiro. A forma achada para suprir isso foi oferecer os bilhetes.
A casa lotérica, em questão, explicou ainda que as pessoas que não concordarem com a medida deverá recusar, mas terá que aguardar que os caixas sejam abastecidos ou até o espaço ter dinheiro o suficiente para pagar a quantia completa. Não há informações sobre a quantidade de pessoas afetadas por isso. (G1 BA – TV Bahia/BA Meio Dia)