Home Loteria Espanhóis à espera do “El Gordo” e os 4 milhões de euros
< Voltar

Espanhóis à espera do “El Gordo” e os 4 milhões de euros

21/12/2017

Compartilhe

Quatro milhões de euros, o suficiente para comprar um dos mais luxuosos iates, uma prancha de surf em ouro ou uma cerveja que custa 1.000 euros por litro. É este o valor do primeiro prêmio do “Sorteo Extraordinario de Navidad”, a maior loteria do mundo que garante todos os anos quase dois bilhões de euros em prêmios.

Nesta sexta-feira (22), milhares de espanhóis – e muitos portugueses, que saltam a fronteira para ir comprar bilhete – estarão de olhos no Teatro Real de Madrid à espera que o coro anuncie o “El Gordo” – o primeiro prêmio da loteria espanhola.

A tradição já tem mais de 200 anos e nem a Guerra Civil espanhola parou o sorteio que todos os anos acontece na emblemática sala do teatro nacional.

Claro que, na hora de apostar, o sonho passa sempre pelo primeiro prêmio, mas os 13 grandes prêmios não são assim tão “magros”.

Se o “El Gordo” dá direito a 4 milhões, o segundo prêmio é de 1.2 milhões, o terceiro de 500 mil euros e a loteria nacional espanhola atribui ainda dois quartos prêmios no valor de 200 mil e oito quintos prêmios de 60 mil euros.

Caso nenhum dos grandes saia, o mais comum dos prêmios, o “pedrea”, como é conhecido em Espanha, também não é nada mau – são 1.794 prêmios de 100 euros por décimo, para uma cautela que custa 20 euros cada.

E já está tudo a postos. Os últimos dias têm sido dedicados a montar as tômbolas que trarão felicidade dos apostadores mais felizardos. A maior de todas pesa 850 quilos e acolherá as 100 mil bolas geometricamente iguais que, garante a organização, têm todas a mesma oportunidade de sair.

Apesar dessas garantias, os mitos e superstições acumulam-se: desde passar o bilhete pelo ventre de uma grávida ou na cabeça de um careca até à compra da fração em lugares onde o “El Gordo” já saiu.

Se é dos que acredita que há números que têm mais probabilidade de sair do que outros, a Loterias y Apuestas del Estado garante que não, afirmando que todos os números têm a mesma probabilidade de sair, mas ajuda com alguns dados: o primeiro prêmio já terminou 32 vezes no número cinco, sendo seguido pelos números quatro e seis, que já deram 27 prêmios cada um. Do lado oposto está o número um: só em oito ocasiões é que o número que dá acesso ao “El Gordo” terminou neste número.

O encanto catalão pelo 155

Há ainda a mitologia dos números e o que eles significam, que todos os anos jogam a favor de alguns bilhetes. A organização fez saber que este ano a crise catalã parece estar a afetar a procura da cautela "00155" – o número do famoso artigo na constituição espanhola no centro da crise.

"As modas mudam porque o 155 antes não era o número bonito, é um número feio porque é muito baixo", contou à Agência EFE a presidente da Loterías y Apuestas del Estado, Inmaculada García, que só encontra a crise catalã e a proximidade das eleições na Catalunha com o sorteio como explicação para a inusitada procura.

Os portugueses têm de esperar até dia 26

Em Portugal, a loteria clássica de natal só é sorteada depois do Natal, no dia 26. O prêmio, esse é que é menos: o primeiro prêmio, distribuído por 10 fracções, é de 12,5 milhões de euros. (Radio Renascença – Portugal)