Home Loteria Estado relança edital para operar a Lemat em fevereiro
< Voltar

Estado relança edital para operar a Lemat em fevereiro

30/12/2013

Compartilhe

A Loteria do Estado de Mato Grosso (Lemat) relançou o edital de licitação para contratar a empresa responsável por operar a loteria, após anular a primeira tentativa de realizar o certame.

A concorrência está marcada para o dia 6 de fevereiro de 2014.

A primeira licitação foi anulada em função de a única empresa a concorrer, a CRJ Consultoria, Empreendimentos e Participações Ltda., ter sido desclassificada pela comissão de licitação.

A CRJ recorreu, mas a comissão de licitação manteve a empresa fora do certame.

A concorrência deveria, inicialmente, ter sido realizada em 9 de setembro, mas foi adiada devido a impugnações no edital proposta por duas empresas interessadas – a italiana Lottomatica Giochi Participazioni S.R.L. e Viega Consultoria Empresarial Eireli.

Após as correções, uma nova sessão foi marcada para o dia 14 de novembro. Nessa ocasião, nenhuma das duas empresas que impugnaram o edital participou.

A única concorrente foi a CRJ Consultoria, que apresentou os documentos de habilitação, os quais foram considerados inaptos.

A expectativa do presidente Manoel Antônio Garcia Palma, o “Toco Palma”, é que haja mais participantes do que na concorrência realizada em novembro.

“Infelizmente, essa situação atrasa o cronograma de implantação da loteria, mas colocaremos a Lemat para funcionar em 2014”, disse.

Arrecadação

A licitação em andamento é para conceder a exploração de jogos nas modalidades convencional (nos moldes da Loteria Federal) e instantânea (raspadinha).

A expectativa é de que a Lemat arrecade R$ 20 milhões por mês.

O edital prevê que 3% da arrecadação da loteria irão para o Fundo de Assistência Social, 7% para o Fundo de Desenvolvimento Desportivo, e 8% para a administração da própria autarquia.

Nesse último percentual é que reside o lance das empresas, que oferecerão mais que 8%. (MidiaNews – Laíse Lucatelli – Da Redação)