Home Lotérica FEBRALOT encerra pesquisa nacional sobre jogos on-line
< Voltar

FEBRALOT encerra pesquisa nacional sobre jogos on-line

30/08/2017

Compartilhe

A Pesquisa realizada pela FEBRALOT junto à Rede Lotérica sobre os jogos da Caixa com apostas pela internet obteve participação significativa e, como era de se esperar, confirmou as expectativas de que a proposta apresentada pela Caixa Econômica Federal não compactua com a aceitação dos empresários do setor.

Com 4.568 respostas a pesquisa atingiu 35% da Categoria. Considerando que metade da Rede Lotérica ainda tem dificuldades para uso dos meios eletrônicos de comunicação, é uma participação acima da previsão.

O uso do CNPJ

Para permitir que o resultado da pesquisa ficasse o mais próximo possível da realidade os participantes precisaram informar o nº do CNPJ da sua casa lotérica para poder participar.

Durante os dias que a pesquisa ficou no ar, mais de 200 lotéricos foram atendidos por possuírem alguma dificuldade na hora de preencher o formulário.

A pesquisa foi encerrada no domingo, mas durante a segunda-feira, 28, o formulário ficou disponível até às 17hs, justamente para atender aqueles que haviam entrado em contado durante o final de semana.

Entre os participantes, 21,5% foram do Estado de São Paulo, 10,1% de Minas Gerais e 9,5% do Paraná, os Estados de maior participação.

O decorrer da coleta de dados estabeleceu uma disputa saudável entre Estados da Federação e o incentivo dos sindicatos estaduais foi determinante para o bom desempenho de norte a sul do país. Regionalmente, os Estados se destacaram da seguinte forma:

 

– Região Norte – O Amazonas obteve 42% de participação de sua Rede.

– Região Centro-Oeste – o campeão foi Goiás, com 51% de participação de sua Rede.

– Região Nordeste – destaque para Sergipe com 63% de participação da Rede local.

– Região Sudeste – o destaque foi para o Espírito Santo, com 57% de sua Rede

– Região Sul – o Estado do Paraná se destacou também com 51% de sua base participando.

 

Na pesquisa, menos de 2% da Categoria votante concordam com um comissionamento variando entre 3,11% e 5,11%, que é próximo ao que a Caixa propõe. 86,6% concordam com a proposta da Febralot, com um comissionamento superior a 7,11%.

Pesquisa final

A segunda questão tratada na pesquisa foi a respeito da forma de distribuição do comissionamento, ou seja, como seria feito o rateio.

A Caixa defende que a distribuição seja feita por indicação, o que favoreceria os grandes sites de apostas com altos investimentos em propaganda e prejudicaria as ULs com pouca atuação on-line. A Febralot defende o rateio proporcional ao total de apostas físicas. Neste quesito, foram 83,5% das participações favoráveis à Febralot.

Por último, e talvez a questão de maior impacto, tratou do valor mínimo para se efetuar apostas pela internet, que a Caixa fixa em R$20,00 contra um mínimo de R$100,00 defendido pela Federação. Neste aspecto, 79,4% dos participantes são favoráveis ao valor mais alto. A Federação acredita que, com um valor baixo estabelecido como mínimo, pode haver uma migração dos pequenos apostadores para o meio eletrônico já que, eletronicamente haveria maior agilidade, sem filas e, já se utiliza os pagamentos de contas de consumo por este meio num crescente anual.

Os próximos passos da Federação, amparados nos resultados da pesquisa serão discutidos em reunião de diretoria e devem ser apresentados à Rede assim que estiverem definidos. Confira os gráficos no site da FEBRALOT.