Home Apostas GGPoker divulga números históricos da WSOP Online
< Voltar

GGPoker divulga números históricos da WSOP Online

11/09/2020

Compartilhe

Pela vitória, o búlgaro Stoyan Madanzhiev ganhou o prêmio recorde de US$ 3.904.686

O poker na internet não vai ser o mesmo após a primeira edição da WSOP Online. Nos últimos dois meses, o GGPoker elevou o padrão dos MTTs ao registrar prize pools milionárias em 45 dos 54 torneios valendo o cobiçado bracelete de ouro. Ao todo, o festival distribuiu US$ 147.789.550 em prêmios, marca que nenhuma outra série com menos de cem torneios conseguiu obter.

Antes mesmo da sua estreia, a WSOP Online já havia entrado para a história ao oferecer um garantido de US$ 25.000.000 no Main Event. Ao longo de 23 fases classificatórias, o campeonato de US$ 5.000 registrou 5.802 entradas, field que levou o site a arrecadar prize pool de US$ 27.559.500. Pela vitória, o búlgaro Stoyan Madanzhiev ganhou o prêmio recorde de US$ 3.904.686.

Confira outros números fantásticos da WSOP Online

– 30 dos 166 países que participaram da WSOP Online conseguiram vencer. Aberta a jogadores de todos os continentes, a competição viu nações sem tradição alguma no poker, como Estônia, País de Gales e Chipre do Norte, faturarem o bracelete.

– 100% foi o aproveitamento do Brasil na WSOP Online. Pela primeira vez, o país ficou ITM em todos os torneios da grade. Em 7 dos 54 campeonatos, o melhor jogador do país foi o jovem Belarmino de Souza

– 3.568,84 foi a pontuação de Luís Eduardo Garla nos torneios da WSOP Online válidos pelo ranking asiático. Com essa marca, o paranaense desbancou grandes nomes do poker na região e ficou com a vitória na classificação. Em breve, ele vai receber em casa um dragão de ouro.

– Somente um jogador conseguiu vencer duas vezes na WSOP Online. Sem resultados expressivos nos MTTs até o início do festival, Alex Stasiak surpreendeu ao desbancar todos os seus oponentes nos Eventos #33 e #52.

– 44.576 das 239.754 entradas da WSOP Online foram registradas no Evento 71: US$ 50 NL Hold’em BIG 50, fazendo deste o torneio mais popular da história da série.

– 8 norte-americanos soltaram o grito de campeão. Mesmo longe de casa, os recordistas em títulos na WSOP voltaram a ficar no topo da classificação. Logo em seguida aparece o Canadá com 5 triunfos e o Brasil com 4.

Há muito tempo, as mulheres provaram que não precisam de um torneio exclusivo para venceram na WSOP. Na versão online, o sucesso das jogadoras foi ainda mais arrebatador. Além das cravadas de Kristen Bicknell, Thi Truong e Melika Razavi, elas fizeram várias FTs, incluindo no Main Event, quando Wenling Gao entrou para a história ao receber $2.748.605 pela segunda colocação. (CardPlayer.com.br)