Home Destaque InfoPlay entrevista Bryan Ortiz: “Eu vim aqui para aprender”
< Voltar

InfoPlay entrevista Bryan Ortiz: “Eu vim aqui para aprender”

01/03/2019

Compartilhe

Johnny com Bryan Ortiz, disse a InfoPlay que espera pelo irmão Kevin para ajudar a tornar a atual Zitro numa empresa ainda melhor

Em entrevista exclusiva a Jacqueline Mecines, veiculada nesta sexta-feira pelo portal espanhol Infoplay, Bryan Ortiz, filho mais velho do Johnny Ortiz, revela como está sendo a sua chegada na Zitro. Recem formado em administração de empresas, Bryan revela o tamanho do desafio que terá pela frente, que o momento é de aprendizado e que espera pelo irmão Kevin Ortiz para ajudar a tornar a atual Zitro numa Zitro ainda melhor e maior. Confira a íntegra da entrevista:

***

No arrulhar de uma família unida, humilde e trabalhadora, Bryan Ortiz cresceu. Este homem recém-saído da Universidade está começando a conhecer o interior da Zitro porque a alma da entrega já tem consigo. Johnny Ortiz forjou um homem bom, inteligente e dedicado, que transformará a multinacional na grande companhia do mundo.

A espera pelo seu irmão, enquanto isto conhece, aprende e estende suas mãos para tornar a ZITRO ainda melhor. Quando se unirem, moldarão a unidade jovem, vital e corajosa que a indústria sempre agradecerá a Johnny Ortiz.

Sorte para este novo homem destinado a descobrir o céu, abrir as asas e celebrar que ele tem em suas mãos o trabalho de uma família insubstituível.

Jacqueline Mecines: A foto com seu pai no ICE 2019 já se tornou uma das imagens mais importantes do ano. Você está ciente disso?

Bryan Ortiz: Fico lisonjeado com sua afirmação, mas estou muito ciente de que tenho um trabalho duro, embora excitante, pela frente.

JM: Como é seu conhecimento da indústria? O que mais te afeta?

BO: Já faz menos de um mês desde que comecei a trabalhar lado a lado com meu pai e agora percebo que, na verdade, ele me preparou para isso toda a minha vida! Eu terminei recentemente meus estudos na Universidade, você sai pensando que sabe muito, mas no curto tempo em que estive lá, vi que a realidade dos negócios é muito diferente. Especialmente na Zitro, uma empresa em processo de expansão e crescimento, com uma trajetória incrível e com um futuro ainda mais impressionante pela frente. A equipe que meu pai criou é algo excepcional e, entre todos, tornou possível que hoje, competir na linha de frente com os fornecedores mais relevantes do setor. Eu sempre soube que o que meu pai criou é algo chocante, mas agora que vejo isso em primeira mão, isso me afeta ainda mais. No entanto, confio que poderei contribuir com a minha parte para tornar a atual Zitro numa Zitro ainda melhor e maior.

JM: E o que mais te preocupa?

BO: Eu estaria mentindo se eu dissesse que não estou preocupado, porque, como todos sabem, a Zitro tem um nível de produto, organização e estrutura que não tem nada a invejar a qualquer outra multinacional. Manter o mesmo nível não é mais uma tarefa fácil, mas vim até aqui para fazer essa empresa crescer ainda mais, assim que me sinto completamente preparado.

JM – Que papel você tem no dia a dia do ZITRO?

BO: Por agora eu vim aqui para aprender. Como eu disse, acabei de sair da faculdade e tenho tantas coisas que ainda tenho que aprender. Não apenas como os negócios e nossa indústria em geral funcionam, mas, em particular, como a Zitro funciona. Estarei por um tempo passando por cada departamento para conhecer em profundidade a operação e os detalhes de cada uma das partes que compõem e fazem essa grande empresa funcionar. Desta forma, posso ter essa visão geral tão necessária para levar bem. Isso, sem dúvida, levará algum tempo.

JM – O que você mais admira no seu pai? Que ensinamentos você está deixando?

BO: Há muitas coisas que admiro no meu pai, afinal, um pai é único e ainda mais o meu! Eu tive o privilégio de que meu pai sempre esteve ao meu lado e me ensinou muitas coisas. O que mais admiro nele, no entanto, é sua determinação de nunca desistir e não abaixar a cabeça em nenhuma situação. Como alguns podem saber, meu pai era um homem de origem muito humilde que, ao longo do tempo, aprendeu que força de vontade, trabalho árduo, paixão e saber identificar e aproveitar oportunidades são as chaves para o sucesso. Por outro lado, ensinou-me uma das coisas mais importantes da vida que é a família unida.

JM: Você se vê no controle total da multinacional ZITRO? Como você vê a empresa daqui a dez anos?

BO: Eu tenho pouco tempo na indústria e Zitro, mas me sinto confortável em dizer que eu sou capaz, depois de ter passado por este processo de aprendizagem apenas começou, para liderar esta grande empresa que está crescendo e já ocupa um posto entre os líderes globais da indústria. Eu não tenho nenhuma dúvida de que, em 10 anos, quando também tiver meu irmão comigo, estaremos executando um negócio que vai transformar essa indústria.