Home Destaque Jockey Club Brasileiro anuncia retorno das corridas para 3 de maio
< Voltar

,

Jockey Club Brasileiro anuncia retorno das corridas para 3 de maio

17/04/2020

Compartilhe

O Jockey Club Brasileiro anunciou nesta quinta-feira (16), que voltará a realizar corridas no próximo dia 3 de maio. Será o primeiro conjunto de reuniões desde a programação do final de semana do dia 7 de março.

Segundo publicação do website do Jockey Club Brasileiro, o projeto de inscrições será fornecido até a próxima segunda-feira (20). Já a chamada clássica será disponibilizada até o dia 30 de abril.

O Jockey Club Brasileiro também divulgou que os prêmios, a serem pagos durante o que a entidade chamou “período de crise” – sem datas de referência – sofrerão redução de 40% em seus valores. Haverá, portanto, páreos que serão disputados no Jockey Club Brasileiro com premiações inferiores àquelas que vem sendo pagas pelo Jockey Club de São Paulo – que não paralisou suas corridas e enfrenta, conforme amplamente sabido, uma longa e árdua batalha financeira.

Em razão da conhecidamente confortável situação patrimonial da entidade (ao contrário do coirmão paulista – vide relatório financeiro do exercício 2019 aqui), a informação sobre redução de prêmios, no Jockey Club Brasileiro, foi recebida com enorme reprovação pela comunidade turfística. O clube, igualmente, não anunciou medidas, de descontos e/ou isenção em taxas e serviços, que acompanhem, proporcionalmente, a redução nas premiações.

Anteriormente, o Jockey Club Brasileiro havia se declarado impedido de realizar corridas por força dos decretos, municipal e estadual relacionados ao COVID-19. Chama atenção, contudo, o fato de que ambos os decretos permanecem vigentes, o que, de certo modo, contraria a justificativa anteriormente apresentada pela entidade para a paralisação do turfe local.

Abaixo, a íntegra da publicação:

Retomada das corridas a partir de 3 de maio

–         Considerando que decretos estaduais e municipais do Rio de Janeiro estabeleceram medidas restritivas e temporárias de emergência de saúde pública e de prevenção de contágio decorrente do novo CORONAVÍRUS ( COVID-19 ).

–         Considerando que a atividade turfística do Rio de Janeiro, geradora de mais de 1.000 empregos diretos e em maior número de indiretos, está paralisada em decorrência de tais medidas, com todas as consequências daí decorrentes, necessitando recomeçar suas atividades visando minimizar o colapso existente, sem perspectiva de seu fim.

–         Considerando que o Jockey Club Brasileiro, como de resto o Brasil e o mundo, enfrenta um período de grave crise econômico-financeira, com TODAS as receitas comprometidas, implicando na impossibilidade de dar cumprimento a obrigações contratuais, trabalhistas, fiscais e previdenciárias.

Aa diretoria do Jockey Club Brasileiro decide:

1)     Revogar a suspensão das atividades turfísticas no Hipódromo da Gávea a partir de 3 de maio de 2020, sem prejuízo da preocupação constante com a prevenção e prudência em relação a ameaça de contágio, visando garantir a saúde e o bem estar de TODOS envolvidos na cadeia do turfe.

2)     Fica proibida a entrada de Sócios, Proprietários, Criadores, parentes e familiares de profissionais do turfe, Agentes de Montaria e qualquer pessoa estranha à atividade nas áreas do Hipódromo da Gávea.

3)     Somente será permitido a presença nas áreas das corridas, ou seja, Tribuna dos Profissionais, Veterinária de Corrida e Paddock: Jóqueis e Aprendizes com compromisso de montaria, Treinadores, Cavalariços e Veterinários Autônomos com cavalos inscritos sob suas responsabilidades, sendo obrigatório o uso de máscaras de proteção.

4)     Fica proibida também, toda e qualquer circulação de pessoas por outras áreas do Hipódromo da Gávea e qualquer tipo de aglomeração, respeitando-se as regras de distanciamento e cautela.

5)     Durante o período de crise, devido à falta de receitas e à responsabilidade da Diretoria do JCB com os compromissos assumidos, os prêmios a serem pagos a proprietários, criadores, treinadores, jóqueis, aprendizes, segundos gerentes e cavalariços sofrerão uma diminuição de 40% do valor atual.

6)     A tabela de distâncias do mês de maio, assim como o projeto de inscrições serão divulgados até a próxima segunda-feira dia 20 de abril de 2020.

7)     Diante da grave crise que atinge a todos indiscriminadamente, sem perspectiva de término, a programação clássica será reavaliada e publicada até 30 de abril de 2020.

8)     Na hipótese do problema do Coronavírus ser debelado, nova Resolução de Diretoria será elaborada e publicada para os devidos fins. (ABCPCC)