Home Cassino Justiça da Áustria ordena a devolução de dinheiro a jogador viciado
< Voltar

Justiça da Áustria ordena a devolução de dinheiro a jogador viciado

15/12/2014

Compartilhe

Um tribunal de Viena, na Áustria, determinou que um homem viciado no jogo fosse reembolsado de parte do dinheiro que perdeu nos cassinos.

O advogado do jogador, Christoph Naske, disse nesta quinta-feira(11), que o seu cliente vai receber 440 mil euros, que representa pouco mais de metade dos 800 mil euros gastos nas slot-machines.

O jogador era frequentemente visto em diversos cassinos de Viena e não conseguia parar de jogar nas slot-machines. O prazer passou a hábito e o hábito transformou-se em doença. Entre 2006 e 2010, perdeu milhares de euros, até que decidiu procurar tratamento.

Sujeito a exames médicos, o cliente de Naske viu comprovado o seu problema de dependência do jogo, pelo que terá de ser reembolsado.

Trata-se de uma decisão muita rara em solo austríaco, mas que não é caso único. Alguns cassinos têm referenciados alguns viciados no jogo, que estão impedidos de entrar nesses espaços de jogo.

No entanto, neste caso em particular essa regra nem se aplica, porque em Viena há diversas slot-machines instaladas em locais que não são cassinos – estas máquinas encontram-se em estações de serviço, por exemplo.

A questão impõe-se: quem tem de pagar este reembolso? A empresa que tem a seu cargo a gestão das máquinas. Trata-se do grupo Novomatic, que entretanto já anunciou a intenção de recorrer da decisão judicial, segundo o diário austríaco Kronen Zeitung. (PT Jornal)