Home Cassino Kirk Kerkorian dá as costas para Hollywood e aposta em Las Vegas.
< Voltar

Kirk Kerkorian dá as costas para Hollywood e aposta em Las Vegas.

16/09/2004

Compartilhe

NOVA YORK, EUA (AFP) – Aos 87 anos de idade, o multimilionário Kirk Kerkorian dá as costas para Hollywood, ao entregar o mítico estúdio cinematográfico MGM para aplicar sua fortuna em Las Vegas, que ajudou a transformar na capital mundial do jogo.Ao vender o MGM a um consórcio liderado pela Sony, Kerkorian encerra sua turbulenta história com o estúdio, que comprou em 1969 e o qual já vendeu três vezes.
O MGM está entre os estúdios mais prestigiosos da história do cinema, tendo ganho 200 Oscar em 80 anos de existência, mas que há décadas vive do passado glorioso. Kerkorian foi, em parte, responsável por esta decadência, por ter promovido muitas mudanças e revendido a maioria dos tesouros do catálogo onde sobrevivem 4.100 títulos, entre eles os filmes da série de "James Bond" e da "Pantera Cor-de-Rosa".
Ao dar as costas para Hollywood, este "self-made man", encarnação do Sonho Americano, passa a se dedicar a outra grande paixão: Las Vegas, capital mundial do jogo, fenômeno do qual foi um dos principais arquitetos.
Filho de imigrantes armênios, Kerkorian nasceu no dia 6 de junho de 1917, em Fresno, Califórnia. Começou a trabalhar aos 9 anos, vendendo jornais, e deixou a escola aos 13, para ser pugilista profissional e, mais tarde, piloto de avião, tendo participado de missões da Royal Air Force na Segunda Guerra Mundial.
Kerkorian tornou-se em seguida dono de uma companhia de aviões privados, antes de conduzir uma operação de especulação imobiliária com a qual começou a construir sua fortuna.
Em 1962, comprou pouco mais de 32 hectares de terreno em Las Vegas por menos de 1 milhão de dólares. Construiu ali três hotéis-cassino, na época os maiores do mundo, contribuindo para o desenvolvimento de Las Vegas e apostando em uma clientela não apenas de jogadores, mas também de empresários e famílias.
O grupo de jogos comandado por Kerkorian viveu um momento trágico em 1980, quando um incêndio no MGM Grand Hotel causou a morte de 85 pessoas e deixou centenas de feridos. O hotel foi rapidamente reconstruído.
Além do gigantesco MGM Grand, que sedia grandes lutas de boxe, o grupo controla 10 estabelecimentos, entre eles o Bellagio, hotel mais famoso de Las Vegas.
Atualmente, Kerkorian ocupa o 41º lugar entre os donos das maiores fortunas dos Estados Unidos, com pelo menos 3,4 bilhões de dólares. Democrata e longe de se aposentar, ele parece estar disposto a aproveitar ao máximo a febre de jogo que varre os Estados Unidos há um ano, e o boom de Las Vegas.
Há três meses, Kerkorian comprou o grupo de cassinos e hotéis Mandalay Resort e suas jóias no Strip (avenida principal) de Las Vegas por 7,9 bilhões de dólares. Uma aquisição que, se aprovada pelas autoridades americanas, irá transformá-lo no rei dos cassinos dos Estados Unidos, no comando do segundo maior grupo de jogos do mundo.AFP