Home Destaque Leilão da Lotex é adiado para 26 de março
< Voltar

,

Leilão da Lotex é adiado para 26 de março

29/01/2019

Compartilhe

O BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) adiou mais uma vez o leilão da Lotex (Loteria Instantânea Exclusiva), a “raspadinha”. O certame, previsto para 5 de fevereiro, foi remarcado para 26 de março.
Os pedidos de esclarecimentos poderão ser realizados até 22 de fevereiro e as propostas serão entregues até 20 de março.
Um leilão havia sido marcado para julho de 2018, mas não houve interessados. A disputa, então, foi postergada para o final de novembro e, depois, para fevereiro deste ano.
A expectativa de arrecadação do BNDES com a outorga é de, pelo menos, R$ 642 milhões em 3 anos. O prazo de concessão é de 15 anos. Antes, o governo falava em lance mínimo de R$ 1 bilhão.
De acordo com o banco de fomento, poderão participar do leilão empresas com comprovada experiência no mercado de loterias instantâneas “com operações em patamares compatíveis com os projetados para a Lotex”.
Sairá vencedor o participante que apresentar o maior valor pela parcela inicial da outorga, considerando o piso estabelecido pelo governo de R$ 156 milhões. Além disso, o concessionário efetuará 3 pagamentos de R$ 162 milhões em até 12, 24 e 36 meses a partir da assinatura do contrato.
Em relatório divulgado em dezembro, o Ministério da Fazenda e o Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) afirmaram que o mercado brasileiro de loterias tem potencial para arrecadar o dobro do verificado hoje.
O texto destacava a privatização da Lotex e o marco legal, sancionado pelo presidente Michel Temer no final de 2017, como fatores que podem impulsionar o crescimento do setor. (Poder 360 – Marilia Sabino e Mariana Ribeiro – Brasília – DF)

Confira o novo cronograma do leilão da Lotex

Aviso Comissão de Outorga Edital 3_2018-PPI-PND nº 5 – Adiamento2