Home Loteria Loteal é aliada das ações assistenciais do Fome Zero.
< Voltar

Loteal é aliada das ações assistenciais do Fome Zero.

06/08/2003

Compartilhe

Na Cidade de Lona, o estudante Ronald Jonh Oliveira Freitas, 11, aguarda ansioso a chegada do carro do Soprobem que traz o sopão. Assim que o veículo estaciona na associação da comunidade, a alegria toma conta de Ronald, pois sua mãe, Luzinira Oliveira, a Lu, está desempregada e o sopão passa a ser a refeição mais importante do dia para ele e seus quatro irmãos.Para que o sopão chegue todo dia ao barraco de Lu e de mais 25 associações cadastradas, é necessário o trabalho do Soprobem, que encontrou na Loteria Social do Estado de Alagoas (Loteal) o parceiro certo para combater a fome.A Loteal é um órgão do governo que tem a função de explorar o serviço público lotérico. Ao todo, no Estado, 43 empresas contratadas através de licitação para a exploração das atividades do Alagoas da Sorte, Zooloteria, Bingo, Caça-Níquel. “Todo dinheiro arrecadado pelo jogo tem destinação social”, explica o diretor-presidente da Loteal, Bráulio Lins de Mendonça.No ano passado, o Soprobem, com o projeto Casa de Passagem, que dá abrigo noturno a crianças, proporcionando-lhes ainda atividades culturais, educativas e esportivas, foi contemplado com o montante de R$ 125.000,00.Estas verbas, destinadas a ações sociais, são liberadas apenas após apresentação de projeto, que, por sua vez, é avaliado pela Secretaria de Assistência Social, pelo Conselho de Segurança Alimentar e Nutricional, pelo Conselho de Administração da Loteal, pela Procuradoria e pelo Governador. “Depois da aprovação do projeto, a entidade deve prestar contas, mostrando como foram aplicados os recursos”, explica Bráulio Lins.Para o coordenador do Sopão, Olavo Wanderley, os recursos da Loteal chegaram em boa hora. “Se não existisse a Loteal, Luzenira e mais as 50 famílias da ‘Cidade de Lona’ estariam em situação drástica”. Atualmente, recebemos da Loteal mais de R$ 645 mil ao ano para distribuição de 115 mil refeições/mensais. Também temos o projeto de aumentar a fábrica de sopão, adquirindo mais duas unidades da fábrica de sopa, que vão dobrar a capacidade de produção, estendendo o programa a outras comunidades. A parceria com a Loteal garante uma alimentação rica, com 315 calorias. Para muitos, o prato de sopa é a principal refeição do dia”, salienta Olavo.Responsabilidade – Prestar assistências social, cultural, médica, jurídica e moral a 250 famílias é a nobre missão abraçada pelo Lar São Domingos, que recebeu da Loteal o montante de mais R$ 309 mil.“A Loteal é o nosso grande financiador social, porque sabemos que a população é afetada pela crise e a contribuição de voluntários é muito reduzida, quem sustenta nossas ações de cidadania nas comunidades das grotas do Cigano, do Arroz, do Rafael e Aldeia do Índio é a Loteal, que abraçou esta causa social”, salientou Mendonça.O Projeto Pró-Leite também é beneficiado com os recursos da Loteal. Segundo Reinaldo Falcão, coordenador da Célula de Regulação e Controle Social, este projeto visa minimizar a desnutrição e a mortalidade infantil de crianças na primeira infância e fortalecer os pequenos produtores de leite do Estado.Este projeto beneficiará 9.500 famílias diariamente, sendo que a Loteal financiará 44,33% do valor total do projeto aprovado. “Quem joga, indiretamente está contribuindo com o social, combatendo a fome, promovendo a educação e incentivando os pequenos produtores de leite. O dinheiro oriundo da Loteal tem função social e de cidadania”, afirma Bráulio Lins.
Jornal de Alagoas – AL