Home Loteria Loterias da Caixa batem recordes em 2009
< Voltar

Loterias da Caixa batem recordes em 2009

19/01/2010

Compartilhe

A Caixa Econômica Federal, por meio das Loterias CAIXA, registraram arrecadação recorde de R$ 7,3 bilhões em apostas em 2009. O valor supera em 28,3% os números registrados no ano anterior, que já havia sido a melhor performance da história. Em 2008, as vendas foram de R$ 5,8 bilhões. O anúncio foi feito nesta tarde, no Rio de Janeiro, pelo Vice-presidente de Loterias e Fundos da CAIXA, Wellington Moreira Franco. A expectativa, segundo Moreira Franco, “é de que em 2010 a arrecadação cresça 10% em relação a 2009, atingindo R$ 8,1 bilhões em apostas.” 
Além do aumento da arrecadação, a CAIXA também registrou um grande crescimento no valor ofertado em prêmios aos apostadores. Em comparação com 2008, o crescimento foi de 40%, com mais de R$ 2,6 bilhões disponibilizados aos ganhadores. No ano anterior, os prêmios ofertados alcançaram a cifra de R$ 1,9 bilhão.
Entre os fatores que propiciaram o crescimento da arrecadação estão as mudanças realizadas nos produtos, como é o caso da Quina, que passou a ter sorteios diários, da tradicional Loteria Federal, com a criação da “Milionária Federal” e da Mega da Virada, sorteio especial da Mega-Sena que teve o maior prêmio já pago por uma loteria no Brasil.
Segundo o vice-presidente de Fundos de Governo e Loterias, Moreira Franco, "as mudanças que iniciamos em 2007 e 2008 estão refletidas nos nossos resultados. E não há nenhum exagero em dizer que nós superamos até as mais otimistas previsões em vários produtos", explica o vice-presidente.

Mega-Sena e Mega da Virada
A Mega-Sena foi mais uma vez o carro-chefe das Loterias CAIXA. O valor atingido em 2009 alcançou a expressiva marca de R$ 3,46 bilhões em vendas. Esta arrecadação é 45% maior do que o valor de 2008 (R$ 2,39 bilhões).
O aumento de R$ 1,07 bilhão nas vendas da Mega-Sena pode ser creditado em grande parte à arrecadação da Mega da Virada, que chegou a R$ 435 milhões, com o prêmio recorde de R$ 144,9 milhões para a faixa principal, que teve dois ganhadores.
Entre os recordes batidos por conta da Mega da Virada estão a de vendas em um único dia (R$ 98,8 milhões), recorde de transações pelo canal lotérico (34 milhões de operações, sendo 66,5% de jogos), ambos no dia 30 de dezembro de 2009. Outro recorde foi a arrecadação mensal, que em dezembro chegou a R$ 1,05 bilhão. A marca anterior era de R$ 745 milhões, de julho de 2009.


Repasses Sociais

Em 2009, as dez modalidades de apostas repassaram R$ 3,5 bilhões para o financiamento de ações sociais, tendo como beneficiárias as áreas da saúde, educação, esporte, segurança, cultura, seguridade, inclusive o valor do imposto de renda. Se comparado a 2008, o aumento foi superior a 29%. Só para o esporte, a arrecadação de 2009 das Loterias CAIXA vai permitir o repasse de R$ 480 milhões.
Por meio de patrocínio ao Comitê Paraolímpico Brasileiro (CPB), as Loterias CAIXA repassaram R$ 8,7 milhões como apoio ao esporte. É um crescimento de 35% com relação a 2008 e de 765% com relação a 2004, quando a CAIXA começou a apoiar o esporte paraolímpico. As Loterias CAIXA também patrocinam diretamente 21 atletas, como André Brasil (Natação), Antônio Tenório (Judô), Terezinha Guilhermino (Atletismo) e seu guia, Jorge Luis Silva, o Chocolate. Para 2010 a CAIXA reforçou o apoio em mais de 20%, totalizando R$ 10,5 milhões.


Mudanças

Além das mudanças já realizadas em 2009, as Loterias CAIXA preparam várias novidades para 2010. Na Instantânea, haverá ampliação das famílias ‘carioca’, com emissão de bilhetes de R$ 1,50 e R$ 2,00 (com prêmios de R$ 150 mil e R$ 200 mil, respectivamente), e ‘paulista’, além da criação de novas famílias regionais.

Na Dupla-Sena está prevista uma remodelagem do produto, com novas faixas de premiação e mudanças na distribuição de prêmios. Na Lotofácil haverá a criação de um terceiro sorteio semanal (segunda, quarta e sexta-feira), além da possibilidade de se realizar apostas múltiplas. (Assessoria de Imprensa – Loterias Caixa)