Home Especial Loterias são tão antigas quanto à civilização.
< Voltar

Loterias são tão antigas quanto à civilização.

16/09/2004

Compartilhe

A paixão por jogos é tão antiga que talvez remonte à pré-história da humanidade. A Bíblia já registrava, em passagens de seus livros mais antigos, o uso de sortes indicando fortuna e des-graça.
O livro dos Números conta que, após realizar o censo dos israelitas, Moisés dividiu entre o povo as terras que existiam a oeste do Rio Jordão, de acordo com o número de letras de seus nomes. Outros povos da antigüidade, como os egípcios , romanos e os chineses, também estão entre os pioneiros em loterias. Os primeiros embriões das loterias com prêmios em dinheiro, entretanto, teriam surgido em Roma, na Idade Média e se difundido pela Europa. Nesse período existiam as chamadas "Urnas da Fortuna", que consistiam em caixas de madeira colocadas em estabelecimentos comerciais, cheias de bilhetes dobrados onde estavam escritos os nomes de produtos comercializados no local. O cliente retirava um bilhete e recebia seu prêmio. Com as viagens marítimas os jogos e os sorteios chegariam a novos continentes.
A primeira loteria oficial do Brasil foi extraída ainda nos tempos coloniais, quando a Capitania de Minas Gerais promoveu um sorteio com o objetivo de arrecadar recursos para o término das obras da Casa de Câmara e Cadeia de Vila Rica, atual Ouro Preto. A partir de 1962 um decreto
do presidente João Goulart definiu que as loterias federais passariam a ser administradas pela Caixa Econômica Federal.A história das loterias no Brasil, de Paulo Cesar Ribeiro (AssImp Loterias da Caixa)