Home Cassino Magnatas disputam mercado de cassinos no Japão
< Voltar

Magnatas disputam mercado de cassinos no Japão

26/05/2014

Compartilhe

O Japão é o país mais desenvolvido de toda a Ásia e a terceira maior economia do mundo, atrás somente da China, atual segunda economia mundial. Nesse sentido, algumas medidas estão sendo tomadas para ajudar o país a retomar o seu lugar de líder asiático incontestável, como a organização dos Jogos Olímpicos de 2020, que proporcionará diversas oportunidades para ajudar neste objetivo.

Apesar de ser bastante desenvolvida, a Terra do Sol Nascente ainda tem uma cultura muito baseada em tradições e valores antigos. Dessa forma, o governo japonês e algumas das principais empresas e investidores querem tornar legal os cassinos ou jogos a dinheiro. Isto por acharem que seria uma importante fonte de receita em termos de impostos, como também de novos investidores e turismo.

Sendo este um país essencialmente tecnológico, os mercados que mais crescem online são os de jogos, mais especificamente os de jogos de cassino online. Hoje em dia é possível, por exemplo, visitar um site como RoletaOnline.pt/roletaonline e jogar os principais jogos como pôquer, blackjack, slots, roleta e até fazer apostas em qualquer lado com a mesma segurança, rapidez e maior comodidade. Percebendo isso, investidores querem inovar e conseguir tirar partido desse fato no Japão, seja através das pessoas ou através das empresas.

Com essa intenção crescente num país tão desenvolvido, com grandes metrópoles e uma grande dimensão populacional, começaram de imediato a aparecer interessados em firmar parcerias e ajudar a tornar estes projetos realidade, por julgarem que se trata de um negócio com potencialidades fantásticas.

Isto porque, apesar de os jogos de cassino online terem crescido a um ritmo alucinante, os cassinos ainda continuam sendo muito procurados, sobretudo pelo seu potencial turístico, uma vez que a maioria são também hotéis e oferecem todo um conjunto de atrações como SPAs, hotéis, diversão, entretenimento, ginásios e locais de eventos e reuniões.

Assim, donos de cassinos norte-americanos, mais propriamente, Neil Bluhm, com cassinos na Pensilvânia, Chicago e Cataratas do Niágara, bem como Sheldon Adelson, com cassinos em Las Vegas, querem começar a criar parcerias e construir cassinos/hotéis/resorts em Osaka e Tóquio respectivamente.

Ambos concordam que o Japão tem potencial para estar no top 3 mundial de jogos juntamente com Las Vegas e Macau. No entanto, um projeto desta dimensão atraiu também a Australiana Crown Resorts, controlada pelo magnata James Packer, que já tem cassinos na Austrália, Sri Lanka e Filipinas.

Parker está interessado em adquirir alguns cassinos dos Estados Unidos e revelou recentemente que também tem interesse em aproveitar esta oportunidade que o governo japonês está criando.

Os investidores estão agora em uma disputa para explorar as oportunidades de negócios oferecidas pelos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020. (Do Mundo-Nipo)