Home Destaque Ministro dos Esportes abre BSOP Millions e evento interrompe para ouvir discurso de Aldo Rebelo
< Voltar

Ministro dos Esportes abre BSOP Millions e evento interrompe para ouvir discurso de Aldo Rebelo

29/11/2013

Compartilhe

Dia histórico para o pôquer brasileiro

O momento foi descrito pelo presidente da Confederação Brasileira de Texas Hold’em Igor Federal como o ponto alto da noite mais importante do poker brasileiro em todos os tempos. Um exagero? Quem esteve no hotel Holiday Inn Anhembi na noite desta quinta-feira viu que a asserção do dirigente tinha sim sua razão de ser.

A poucos minutos dos organizadores darem início ao maior evento do poker brasileiro em todos os tempos e instantes após Ronaldo sentar-se à mesa da TV para disputar pela primeira vez uma etapa do Campeonato Brasileiro de Poker, o salão gigantesco parou, os torneios foram interrompidos e as atenções das centenas de jogadores se voltaram para o Ministro do Esporte Aldo Rebelo, à espera do momento em que o governo brasileiro – através de seu representante máximo no universo dos esportes – se voltaria oficial e definitivamente para o poker.

Derrubando velhos preconceitos e encerrando ranços que não queriam calar, Rebelo deu as boas-vindas aos jogadores e declarou aberto o BSOP Millions.

“É um momento importante do nosso calendário esportivo. Que gera renda, movimenta a economia do nosso país. Recolhe tributo para a sociedade e gera a diversão para a sociedade”, disse o ministro, que discursou cercado de figuras célebres, de dentro e fora do poker.

Ronaldo, Maurren Maggi, André Akkari e o próprio Federal observavam Rebelo enquanto ele discorria a respeito do crescimento vertiginoso do poker, antes atividade obscura aos olhos da sociedade, hoje uma febre que movimenta multidões.

“Agradeço o convite e espero que esse tipo de evento continue a incentivar todos os tipos de adeptos”, disse o ministro. “Espero que ajudemos a tornar o poker no Brasil um esporte mais conhecido, que aumente o número de grandes jogadores e ídolos, gere emprego e renda a todos os jogadores do Brasil, e gere os tributos que são recolhidos pelos que disputam essa competição”.

Bem humorado e solícito, o ministro sentiu-se à vontade no universo do BSOP Millions e, entre palavras colocadas com cuidado e deferências de praxe, encontrou também espaço para brincar com Ronaldo.

“Desejo boa sorte a ele (Ronaldo), mas acho que ele não tem muita chance”, disse Rebelo. “Ronaldo foi campeão de muita coisa, mas hoje não vai dar para ele. Acho que não vai conseguir porque é novato e tem muita gente melhor que ele. E poker é um esporte de habilidade”.

Esporte de habilidade esse que é profissão para poucos e entretenimento para muitos (Ronaldo inclusive). O ministro entendeu bem o espírito da coisa. (Com informações do SuperPoker)

Millions supera edição de 2012 e já é o maior torneio da história do poker nacional

O Millions prometeu e cumpriu. A chuva de recordes quebrados que se anunciou nos últimos meses para a disputa do BSOP Millions vem se confirmando dia a após dia na etapa de encerramento do Campeonato Brasileiro de Poker.

Na última quarta-feira, dia de estreia do Millions, o Super High Roller chegou a 144 inscrições e a premiação superou R$ 1.3 milhão, confirmando-se como o maior evento secundário da história do poker nacional.

Nesta quinta-feira, primeiro dia do evento principal a história se repete. As 573 inscrições registradas no Dia 1A somadas às inscrições antecipadas nos dias 1B (580) e 1C (530) garantem um total de 1683 entradas. Totalizando 3.702 milhões em premiação total até o momento.

O número supera a marca histórica do segundo BSOP Million, disputado no final de 2012, que registrou 1612 entradas no Main Event.

Apesar dos números já expressivos. Existe espaço para marcas ainda mais expressivas. Restam ainda 803 vagas disponíveis no salão do hotel Holiday Inn, em São Paulo. (SuperPoker – Por Felipe de Queiroz)