MagocomQuinta-Feira, 27 de Julho de 2017 Assine o BNLCadastre-se
Blog do editor









Busca

< Voltar

Jockey

Codere lança site de apostas online no Brasil 23/12/2015

O SuaAposta funcionará nos primeiros meses em beta com apostas de corridas de cavalo, mas, como o próprio nome indica, ele está preparado para ser ampliado para outros segmentos conforme a conveniência

A Codere, multinacional espanhola especializada em gestão de bingos, cassinos, hipódromos e outros locais de jogo, entrou no mundo da Internet em parceria com o Jockey Club de Porto Alegre, ao pré-lançar nesta quinta-feira, 17, o portal Suaposta.com.
A página está no momento aceitando cadastros de interessados e deve começar a operar em fase beta em janeiro.

O objetivo dos parceiros é surfar na onda da iminente legalização de uma ampla gama de jogos no Brasil, uma das maneiras como o governo federal está usando na sua busca por aumentar a arrecadação.
O tema tem passado desapercebido em um noticiário cheio de notícias mais momentosas, mas ainda nesta semana o Senado aprovou o funcionamento no país de cassinos e bingos, além de legalizar jogos eletrônicos e o jogo do bicho.
A Codere tem hoje uma presença modesta no país, administrando locais nos quais é possível apostar em corridas de cavalo, atividade que já era legal, assim como o Hipódromo do Cristal, em Porto Alegre.
O SuaAposta, localizado em um escritório em cima de um desses locais de apostas no Moinhos de Vento, será um salto de presença. A multinacional afirma ter feito investimentos de R$ 400 mil, além de contratar 20 profissionais para trabalhar com desenvolvimento.
O acordo com o Jockey tem a ver com o fato do governo ainda em junho ter liberado as entidades do gênero no país (além de Porto Alegre, também existem hipódromos ativos em São Paulo e no Rio de Janeiro) a receberem apostas esportivas online no país, inclusive em futebol.
O SuaAposta funcionará nos primeiros meses em beta com apostas de corridas de cavalo, mas, como o próprio nome indica, ele está preparado para ser ampliado para outros segmentos conforme a conveniência.
O mercado é promissor. Segundo estudo da FGV, os brasileiros apostaram cerca de R$ 2 bilhões somente no ano passado em sites estrangeiros como Bet356, BetMotion, e ApostasOnLine.com e uma longa lista de players, nenhum dos quais até agora tem operação no Brasil, ou, principalmente, paga impostos.
Segundo o autor do projeto, senador Ciro Nogueira (PP-PI), o Brasil deixa de arrecadar em torno de R$ 15 bilhões anuais por causa da falta de regulamentação dos jogos de azar, incluindo aí não só o jogo online.
“As estimativas são que cinco ou seis milhões de brasileiros já joguem online. Seremos a primeira plataforma nacional a explorar esse mercado”, afirma André Gelfi, diretor da Codere em Porto Alegre.
Para o Jockey Club de Porto Alegre, o acordo é uma forma buscar novas receitas para a organização, que, assim como seus similares no resto do país, enfrenta uma queda de receitas e problemas financeiros que já duram décadas.
“A ideia é criar um círculo virtuoso a partir disso, no qual nós possamos restaurar o patrimônio e se tornar um local atrativo para novos interessados em turfe”, aponta Bruno Piovesan, diretor financeiro do Jockey.
Nos últimos anos, o Jockey tem se mantido à tona fechando negócios como a cessão de parte do seu terreno em troca de uma participação no Barra Shopping Sul. Mas essas operações não conseguiram restaurar o Hipódromo do Cristal aos seus tempos de glória.
O público também não é dos melhores. Corridas são realizadas apenas na quinta-feira (das 15h às 19h), arrecadando, em um dia bom, R$ 800 mil, na média, o valor cai quase pela metade. Tirando os custos dos prêmios e de operação, é um mau negócio.
Embora a Codere gire em outro universo de valores (a empresa tem capital aberto na bolsa de Madrid desde 1980), uma entrada mais forte no mercado brasileiro vem em boa hora. A empresa faturou US$ 1,5 bilhão em 2014, uma queda de 8,9% frente aos resultados do ano anterior. As operações no mercado latino americano representam 86% do EBITDA do grupo. (Baguete - Maurício Renner)


Comentários (0)

Para comentar essa postagem você deve estar logado!

Clique aqui para se logar ou se ainda não for cadastrado cadastre-se aqui.