MagocomSegunda-Feira, 16 de Janeiro de 2017 Assine o BNLCadastre-se
Blog do editor









Busca

< Voltar

Videobingo e Caça-níquel

RCT Gaming está se preparando para o mercado brasileiro 02/11/2016

José Carlos Baungartner, fundador e um dos sócios da RCT Gaming, falou ao BNL sobre o mercado brasileiro e mundial


José Carlos Baungartner, fundador e um dos sócios da RCT Gaming, falou ao BNL sobre o mercado brasileiro e mundial

Fundada em 1994, a empresa brasileira RCT Gaming é uma das pioneiras no desenvolvimento de jogos de vídeo-bingos e rodilhos. Baseada em Rio Claro, interior de São Paulo, a empresa foi responsável pela criação do jogo Halloween, que se espalhou pelas ruas do país através de ‘plágios’ de baixa arquitetura e premiação duvidosa.

O BNL conversou com José Carlos Baungartner, fundador e um dos sócios da RCT Gaming, sobre a abertura do mercado brasileiro a partir da legalização e sobre o mercado mundial com a presença da empresa nos principais mercados da América do Sul, Central e do Norte. Confira:

***

BNL – Como surgiu a RCT Gaming?

José Carlos Baungartner – Em meados de 1994 eu e meus irmãos resolvemos desenvolver jogos de vídeo-bingo autorizados pela Lei Zico em vigor naquela época. Fomos uma das pioneiras neste mercado e, apesar de estarmos baseados em Rio Claro, interior de São Paulo, instalamos as primeiras máquinas na cidade do Rio de Janeiro. De lá expandimos para todo o Brasil. A partir de 1995 partimos para conquistar mercados internacionais e instalamos as primeiras máquinas na Colômbia.

BNL – Em que mercados a RCT Gaming está presente?

José Carlos Baungartner – A RCT Gaming tem hoje filiais no Peru, México e nos Estados Unidos, além de máquinas instaladas em quase todos os países da América do Sul, Central e do Norte.

BNL – Toda a tecnologia da RCT Gaming é desenvolvida “in-house”?

José Carlos Baungartner – Sim. Desde 1994 não paramos um só minuto de investir no desenvolvimento próprio de tecnologia, tanto em hardware como de software. Já são 22 anos que estamos evoluindo sempre para acompanhar as maiores e melhores empresas que atuam neste mercado de jogos.

BNL – Poderia explicar melhor?

J.C. Baungartner – Além de desenvolvermos jogos de rodilhos e vídeo-bingo, que foram muito bem aceitos pelo público que frequentava os bingos no Brasil, hoje estamos lado a lado com os maiores fabricantes do mundo e nossos jogos estão sempre entre os mais jogados em vários países onde atuamos. Desenvolvemos hardware próprio nestes 22 anos e atualmente estamos na nossa quinta geração, que é uma placa dedicada, similar às melhores disponíveis no mercado mundial. Nossos jogos também “rodam” nos hardwares de terceiros, que são utilizados por muitos fabricantes internacionais. Quanto ao software, desenvolvemos uma plataforma de software que facilita e torna ágil a criação de novos jogos.

BNL – Como você está se preparando para uma possível legalização dos jogos no Brasil?

J.C. Baungartner – Pela nossa grande experiência no mercado brasileiro, acreditamos poder oferecer máquinas com jogos para toda a gama de operação dentro do Brasil, nos bingos, cassinos e máquinas BR1. Como é do conhecimento de muita gente deste mercado, o jogo Halloween, que foi originalmente desenvolvido pela RCT Gaming, virou uma febre por aqui e, quando o mercado estiver regulamentado, todos os operadores poderão receber o jogo original, com a nossa matemática e nossa “expertise” que tanto agradou aos jogadores nestes últimos anos.

BNL – Os jogos da RCT Gaming estão preparados para interconexão e outros protocolos? Os jogos têm certificação de laboratórios internacionais?

José Carlos Baungartner – Nossa experiência internacional fez com que nossos jogos funcionem interconectados online com qualquer protocolo compatível SAS, e disponíveis para funcionar com cashless ou sistemas TITO. Além disso, já temos homologação do laboratório internacional BMM e estamos em fase final de certificação no laboratório GLI de Las Vegas.

BNL – Você acredita que o mercado brasileiro vai absorver a tecnologia e os jogos da RCT Gaming?

José Carlos Baungartner –   Quero dizer que depois de 22 anos, desenvolvendo tecnologia, acompanhando muito de perto o mercado brasileiro e mundial, por termos feito muitos amigos nestes anos todos e por todos os cantos do Brasil, temos a certeza que a RCT Gaming poderá ser uma das maiores fornecedoras de máquinas para o mercado que está se abrindo.


Comentários (3)
Armando Desuó Neto
01/11/2016 às 18:55h

Parabens. José Carlos. Pra Quem te Conhece Sabe da Sua Determinação e Competência. Há Melhor do Brasil.

Jorge Barreto
04/11/2016 às 15:22h

Pena que a má vontade política atrapalhe tudo Pois somos capazes de realizar coisas grandiosas, mas a cabeça pequena , não se deixam desenvolver...

sandro marques
04/11/2016 às 17:07h

Gostaria de saber como os empresários desse setor não tem poder de pressionar esses políticos para que as coisas andem ?

Para comentar essa postagem você deve estar logado!

Clique aqui para se logar ou se ainda não for cadastrado cadastre-se aqui.