MagocomSábado, 22 de Julho de 2017 Assine o BNLCadastre-se
Blog do editor









Busca

< Voltar

Opinião

O trabalho político deu resultado 07/12/2012

Jodismar Amaro(*)


Jodismar Amaro

Enquanto a Rede Lotérica trabalha arduamente para conseguir atender seus clientes com qualidade, e superar as quedas constantes de sistema, o SINCOESP trabalha também em ritmo acelerado, para trazer melhorias e garantias para a rede lotérica, mal tendo tempo de comemorar, as conquistas como a implantação do Bolão no sistema da Rede, ou mesmo, a suada aprovação do PL 4.280/08, na Câmara dos Deputados. Assunto que vou comentar mais, adiante.

Para conseguir negociar adequada, e estrategicamente a resolução do problema de rentabilidade, uma Rede inteira participou em agosto do Movimento União Nacional dos Lotéricos, para argumentar sobre a defasagem financeira que enfrenta. A Caixa, como de praxe, pediu um prazo para responder e, não cumpriu. Dando sinais de que, a Rede, não tem importância para a permitente. Aos que criticam a decisão dos representantes lotéricos, em aguardar uma resposta da Caixa, é necessário lembrar que, através de negociação e paciência, temos obtido sucesso em nossas empreitadas, além de respeito, e confiança, portanto não haveria por que, arriscar tudo, agindo de maneira ansiosa e precipitada.

Por outro lado, a instituição, em busca de credibilidade, procura um dos principais times paulistas de futebol, o Sport Clube Corinthians, para ser a nova patrocinadora do time. Esta explicação é do próprio presidente do Clube, Mário Gobbi, em entrevistas no dia da divulgação do patrocínio, ‘Não foi o Corinthians que procurou a Caixa. Eles que nos ligaram e marcaram uma reunião. Disseram que estavam atrás de credibilidade, e os nossos olhos se encheram de lágrimas’, disse o presidente do Corinthians no dia da divulgação do patrocínio.

Basta precisar de credibilidade para decidir liberar uma verba de R$ 31 milhões em patrocínio, a um time de futebol. Enquanto a Rede Lotérica, a Rede com maior credibilidade no Brasil, amarga com a espera de mais de três anos, por reajuste nas ínfimas tarifas que recebe pela prestação de serviço de correspondente bancário. POR QUÊ? Porque remunerar bem a Rede parceira não gera destaque e interesse na sociedade. Há três anos, quando a Caixa reajustou pela última vez os serviços prestados pela Rede, a receita de uma loja, aumentou em média, R$ 700,00, de acordo com o serviço prestado. Isto na época já era insuficiente. Imagine agora três anos depois, com o aumento de nossas despesas?

Enquanto a preocupação ronda a área financeira, no setor político, as notícias estão diferentes. Preciso começar o assunto sobre o Projeto de Lei 4.280/08, agradecendo aos empresários lotéricos que contribuíram indiretamente para este resultado. A todos os Lotéricos que enviaram o e-mail para os parlamentares de sua região. Acreditem, eles receberam suas mensagens. Agradeço também aos sócios do SINCOESP, pois, as contribuições sindicais custearam todas as passagens, hospedagens e as audiências que participamos em Brasília, na Câmara dos Deputados.

Uma lição. Um trabalho árduo. Mas, tudo foi recompensando quando conseguimos que os parlamentares da Comissão de Finanças votassem pela aprovação do Projeto de Lei. E, para conseguir isso, foi necessário, não apenas apresentar a Rede Lotérica, suas características, e necessidades, ao Deputado Federal, André Vargas (PT/SP) eleito relator do PL. Mas também, convencê-lo da importância deste texto para uma Rede que possui pelo menos 11 mil empresários, espalhados pelo país.

Acreditar, lutar, buscar, argumentar e fazer uma pressão honesta, como já disseram, foi a melhor estratégia adotada para conseguir superar esta etapa. São quatro anos de atuação, até agora e, provavelmente outros quatro, (esperamos que não), serão necessários até obter a sanção da Presidência da República. Não importa o tempo, e o trabalho que serão necessários, para alcançarmos este objetivo, estejam certos que não desistiremos em momento algum de lutarmos por nosso intento, que é a regulamentação deste importante setor da economia. Justiça contratual, e, equilíbrio econômico, são fatores essenciais para o bom desempenho de nosso trabalho.

(*) Jodismar Amaro é presidente do Sindicato dos Lotéricos de São Paulo SINCOESP e o artigo acima foi veiculado na Coluna Panorama Sindical do Jornal do SINCOESP.