Home Lotérica Projeto de Lei prevê obrigatoriedade de vigilantes em casas lotéricas
< Voltar

Projeto de Lei prevê obrigatoriedade de vigilantes em casas lotéricas

19/09/2014

Compartilhe

Com o propósito de coibir assaltos a clientes e trabalhadores de casas lotéricas, foi protocolado na Assembleia Legislativa do Paraná, o Projeto de Lei nº 319/2014 de autoria do deputado Elton Welter (PT), que prevê a obrigatoriedade da contratação de vigilantes em estabelecimentos que atuam como se fossem instituições financeiras. São o caso dos bancos postais, casas lotéricas e correspondentes bancários.

Atualmente, estes estabelecimentos recebem tarifas de água, luz, telefone bem como fazem saques e depósitos, dentre outras operações que há pouco tempo eram exclusivas dos bancos. Em alguns casos, algumas lotéricas chegam a movimentar mais de R$ 100 mil por dia, atraindo a atenção de assaltantes pela facilidade de acesso a estes estabelecimentos, ausentes de segurança armada.

De acordo com o presidente da Federação dos Vigilantes do Paraná, João Soares, a proposição do Deputado Welter é necessária e segue dentro dos interesses da sociedade paranaense. “Esta é uma luta da categoria a nível nacional. A presença de um vigilante armado dará mais segurança aos usuários, bem como aos funcionários das casas lotéricas. Sabemos hoje que é recorrente o número de assaltos nestes estabelecimentos, onde normalmente a maior vítima são os clientes”, comenta Soares.

Autor da matéria, Welter explica que a proposição surgiu de uma demanda apresentada pelo Sindicato dos Vigilantes de Cascavel e Região, e que o intuito do projeto é de proporcionar mais segurança a estes estabelecimentos.

Com a intenção de discutir amplamente o projeto, o Sindicato dos Vigilantes propôs ao deputado Welter que seja realizada, nos próximos dias, uma audiência pública para levar a conhecimento da categoria as intenções da proposta.  (Diário de Campos – Ponta Grossa – PR)