Home Cassino Receitas dos cassinos de Macau crescem 14% em 2018
< Voltar

Receitas dos cassinos de Macau crescem 14% em 2018

02/01/2019

Compartilhe

A indústria de jogo começou a recuperar em agosto de 2016, altura em que terminou um ciclo de 26 meses consecutivos de quedas anuais

A receita do jogo em Macau em 2018 cresceu 14%, para 302,846 bilhões de patacas (32,796 bilhões de euros ou US$ 37,487 bilhões), indicam dados oficiais divulgados.

De acordo com os dados da Direção de Inspeção e Coordenação de Jogos (DICJ), nos 12 meses de 2017, as receitas dos cassinos tinham atingido um total de 265,743 bilhões de patacas.

Em dezembro manteve-se a tendência positiva registrada ao longo do ano, com os cassinos a terminarem o mês com receitas de 26,468 bilhões de patacas, mais 16,6% relativamente ao mesmo período do ano passado.

Outubro foi o mês do ano onde se registrou mais ganhos: 27,328 bilhões de patacas, um aumento de 2,6% em relação ao mesmo mês do ano passado.

A indústria de jogo começou a recuperar em agosto de 2016, altura em que terminou um ciclo de 26 meses consecutivos de quedas anuais das receitas.

As receitas dos cassinos de Macau vinham a cair há três anos consecutivos: -3,3%, em 2016, -34,3% em 2015 e -2,6% em 2014.

Macau, capital mundial do jogo, é o único local na China onde o jogo em casino é legal. Operam no território seis concessionárias: Sociedade de Jogos de Macau, fundada por Stanley Ho, Galaxy, Venetian, Melco, Wynn e MGM. (Dinheiro Vivo – Macau)