Home Jogo Responsável Reunião de jogadores anônimos tem surtido efeito.
< Voltar

Reunião de jogadores anônimos tem surtido efeito.

07/08/2003

Compartilhe

Esta é a terceira semana em que haverá reuniões nas recém-abertas salas de Jogadores Anônimos (J.A.) em Fortaleza. Já há mais de dez integrantes participando dos encontros, que reúne pessoas para as quais o jogo está causando problemas na família, emprego e levando a um grande prejuízo financeiro. Como não há sintomas físicos, a exemplo do envolvimento com drogas, é preciso estar atento quando o vício vira obsessão – sinal da doença.
Os familiares e amigos também contam com uma sala à parte, nos mesmos dias e horários das reuniões, para aprender como ajudar na recuperação de quem resolve parar de jogar, ou até para saber como mudar o seu comportamento diante de quem ainda joga e, assim, conseguir ajudá-lo de verdade.
A matéria sobre a abertura das salas em Fortaleza, publicada no Diário do Nordeste do dia 24 de julho, não só levou pessoas a procurar pelo grupo de auto-ajuda como também contribuiu para que um grupo começasse a se movimentar em Recife (PE) para abrir outras salas por lá.
SERVIÇO – As reuniões estão acontecendo regularmente às quartas-feiras, 19 horas, na Igreja do Cristo Rei (Praça do Colégio Militar, na Rua Nogueira Acyoli, 805 – Aldeota) e aos sábados, 16 horas, no Seminário da Prainha (Avenida Dom Manuel, 3. Há grupos que se reúnem on-line pelo www.jogadoresanonimos.org. Mais informações pelo 9974.3327 e comiteja@bol.com.br.
Diário do Nordeste