Senador Angelo Coronel prepara relatório para legalizar de jogo do bicho a cassinos

Compartilhar
“O meu relatório está contemplando a implantação de cassinos, legalização do jogo do bicho, bingos e apostas na internet. Ou seja, todas as modalidades de jogos serão contempladas neste relatório que eu estou fazendo”, senador Angelo Coronel (Foto: Jane de Araújo / Agência Senado)

O senador Angelo Coronel (PSD-BA) pretende apresentar até a próxima semana o seu relatório sobre um novo projeto que visa legalizar os jogos de azar no Brasil. De acordo com o parecer, a previsão é de arrecadação de R$ 20 bilhões anuais com os impostos gerados pelos estabelecimentos.

“São recursos novos na economia”, afirmou o parlamentar, em entrevista ao Bahia Jornal, ao pontuar que a proposta é diferente do Marco Regulatório dos Jogos, que tramita no Congresso há mais de quatro anos, e tem como relator o também baiano deputado federal Elmar Nascimento.

“O meu relatório está contemplando a implantação de cassinos, legalização do jogo do bicho, bingos e apostas na internet. Ou seja, todas as modalidades de jogos serão contempladas neste relatório que eu estou fazendo. Não estou focado somente na questão de bingos, porque tem projetos que focaram mais e priorizaram esse quesito”, comparou o congressista.

Além de conglomerados internacionais e novas empresas que poderão explorar as operações no Brasil, Coronel pontua que a proposta também pretende legalizar as tradicionais bancas espalhadas por todo o país, embora sejam proibidas.

“Eu estou simplesmente dando oportunidade para aqueles que já bancam o jogo há muitos anos, que geram emprego e renda na informalidade, para que eles tenham o direito também de serem legalizados para que, com isso, gerem recursos para a nossa economia”, disse o senador.

O tema divide opiniões no Legislativo e enfrenta resistências sobretudo da bancada evangélica, que conseguiu várias vezes postergar a discussão em plenário.

Nota do editor do BNL:

A título de esclarecimento. O relator do PL 442/91 na Comissão Especial do Marco Regulatório dos Jogos no Brasil foi o deputado Guilherme Mussi (PP-SP) e o deputado Elmar Nascimento (DEM-BA) foi o presidente do colegiado.

Comentar com o Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solve : *
20 × 21 =