Home Jogo do Bicho Vereadora detida por fazer jogo do bicho no interior se diz indignada.
< Voltar

Vereadora detida por fazer jogo do bicho no interior se diz indignada.

18/03/2002

Compartilhe

RIBEIRÃO PRETO – Após ser detida por contravenção, na terça-feira, a vereadora Neuza Aparecida de Oliveira Marques (PDT), de Santa Lúcia, cidade com pouco mais de 8 mil habitantes na região de Ribeirão Preto, diz não ter ficado envergonhada com o caso, mas indignada com sua repercussão. Aos 49 anos, ela pensa em não mais concorrer a cargos públicos. “Minha intenção na política é sair dela; aliás, nem sei por que entrei nessa”, disse ontem, em um dos seis supermercados da família que administra.
Ela foi detida por fazer jogo do bicho, ganhando 20% da comissão e repassando o restante a um homem conhecido como Zezinho, de Araraquara. A contravenção tem pena de 4 meses a 1 ano de prisão.
Neuza está no segundo mandato como vereadora, mas já foi vice-prefeita, entre 1993 e 1996, na gestão anterior do atual prefeito Antonio Sérgio Trentin (PSD). Para participar de uma sessão a cada 15 dias, ela recebe R$ 390,00, enquanto a comissão de 20% do jogo de bicho rendia, segundo ela, no máximo, R$ 400,00 mensais.
A vereadora e comerciante entende que sua detenção foi uma “trama política de perdedores” da última eleição. Mas não cita nomes. “Fiz o jogo do bicho durante 4 anos, tem gente que faz há 15 e nem foi presa”, diz Neuza. Ela só tem uma preocupação: “Quem deve se lembrar de mim são os meus consumidores. São essas pessoas de que preciso.”
O Estado de São Paulo – SP – Brás Henrique