ANSV divulga nota sobre os ‘bingos filantrópicos’

Compartilhar

A Associação Beneficiária Nacional para Salvar Vidas (ANSV), que congrega 19 entidades beneficentes divulgou nesta quinta-feira (22), a nota ‘Em defesa da filantropia’ nos jornais O Estado de São Paulo e Valor Econômico, além de spots 2m24s na Rádio CBN, em que nega qualquer tentativa de associação da capitalização para fins filantrópicos com bingos que usam da filantropia como a artifício para atrair clientes.

A ANSV destaca o papel da entidade, que usa a capitalização como alternativa de captação de recursos através da modalidade ‘Filantropia Premiável’, devidamente regulamentada pela Susep e operada de forma transparente. A associação também destaca que não se “deve confundir um trabalho tão sério” com “um produto sem responsabilidade definida”.

***

Confira a íntegra da nota:

Em defesa da filantropia

A Associação Beneficiária Nacional para Salvar Vidas (ANSV), que congrega 19 entidades beneficentes de todo o país, refuta qualquer tentativa de associação da capitalização para fins filantrópicos com bingos que usam da filantropia como a artifício para atrair clientes, fato recentemente noticiado pela imprensa.

Sem verbas de doação ou governamentais, entidades beneficentes encontram na capitalização uma alternativa para captação de recursos. Esse instrumento se tornou tão importante que a Susep – Superintendência de Seguros Privados – criou e regulamentou uma modalidade específica de capitalização: a Filantropia Premiável.

Todo processo da Filantropia Premiável é feito de forma transparente e sem risco para as entidades participantes, já que é garantido por empresas do mercado financeiro, seguindo regras específicas e supervisionadas pela Susep.

Não se deve confundir um trabalho tão sério, que beneficia milhares de brasileiros desassistidos socialmente, com um produto sem responsabilidade definida, que coloca em risco o consumidor e a própria entidade beneficente.

Comentar com o Facebook

Deixe uma resposta