Esporte Espetacular destaca a história do jóquei mais velho do mundo em atividade

Compartilhar
Aos 81 anos, seu Wilmar Nunes, jóquei mais velho do mundo, esbanja simplicidade, simpatia e amor aos cavalos. Conheça história do jóquei de 81 anos que encantou Tadeu Schmidt e os cavalinhos do Fantástico

 

Se não fosse verdade, muitos diriam que é mentira. Tenta imaginar: seu bisavô de 81 anos, correndo num cavalo que chega a 70 quilômetros por hora. Pensou? Agora imagine esse mesmo vovô indo de bicicleta todos os dias, faça chuva ou sol, limpar cocheira, roçar pasto e ainda treinar os cavalos. Incrível e inspiradora, é a história muito real do seu Wilmar, o W. Nunes.

Cria do Hipódromo da Tablada, em Pelotas, Rio Grande do Sul, ele busca reconhecimento no Guiness como jóquei em atividade mais velho do mundo – última referência no livro dos recordes foi do americano Frank Amonte, que tentou entrar para os registros em 2008, quando tinha 72 anos. Confira no vídeo mais detalhes do lindo exemplo de vida que é seu Wilmar, destaque da edição do último domingo (22) no Esporte Espetacular.

Se não bastasse o maior vencedor da história do turfe mundial, jóquei J. Ricardo, se curvar à longevidade do pelotense, até o apresentador Tadeu Schmidt e os cavalinhos do Fantástico se impactaram com a persistência do veterano e fizeram homenagem a ele. Veja acima também outros detalhes da rotina pitoresca deste bisavô de 81, apaixonado por uma pescaria e pelo seu fusquinha, o “amarelinho”. (GloboEsporte)

Veja o vídeo da reportagem:

Comentar com o Facebook