Las Vegas Sands poderá reentrar na corrida de IR do Japão, confira comentário do blog

Blog do Editor I 13.07.20

Por: Magno José

Compartilhe:
Um consultor diz que o Las Vegas Sands pode mudar de ideia sobre a retirada se o Japão modificar a regulamentação para tornar os desenvolvimentos em IRs mais atraentes

 

O grupo Las Vegas Sands poderá reentrar na corrida dos resorts integrados com cassinos (IRs) do Japão se o governo japonês modificar os regulamentos, disse um consultor.

O consultor particular, Joji Kokuryo, diretor da Bay City Ventures, diz que a Sands pode mudar de ideia se o governo japonês modificar as regulamentações para tornar os desenvolvimentos em IRs mais atraentes.

O Japão planeja conceder três licenças de resort integrado (RI) em sua rodada inicial de empreendimentos, com Osaka, Tóquio e Nagasaki entre os locais que estão concorrendo. Nagasaki começará o processo de seleção de uma operadora parceira privada este mês.

No último mês de maio, o Las Vegas Sands retirou seu interesse em participar do processo de Solicitação de Proposta (RFP) em maio, afirmando que a estrutura dos esquemas em vigor não permitiria que a empresa atingisse suas metas para o projeto.

O Casino.org relata que Kokuryo disse: “Se faz sentido nos negócios, o Sands com certeza estará de volta. Eles não deixaram o Japão para sempre”.

Devido às restrições do Covid-19, cidades como Osaka, Wakayama e Yokohama atrasaram seus processos de IRs, embora o cronograma nacional para apresentar propostas ainda não tenha sido estendido.

Atualmente, a programação indica que as cidades têm de 4 de janeiro de 2021 a 30 de julho de 2021 para enviar propostas.

Kokuryo acredita que o cronograma não será alterado sem uma solicitação das cidades candidatas, já que o governo japonês vê o desenvolvimento de IRs como uma maneira de impulsionar sua economia após o impacto do Covid-19. (Focus Gaming News Ásia)

***

Grupo Sands e a mesma estratégia de mudança da legislação

No Brasil os problemas para instalação de resorts integrados com cassinos não serão diferentes, podendo até ser maiores.

A desistência do Grupo Sands estaria vinculada ao aumento das exigências do governo, licenças de curto prazo, alta taxa de impostos, restrições crescentes sobre acordos locais de jogo e financiamento.

O Grupo Las Vegas Sands está usando no Japão as mesmas estratégias tentadas em outros mercados como na Espanha. Promete investir bilhões de dólares, mas condiciona com a mudança na regulamentação e/ou legislação para maximizar os lucros do Grupo.

No Brasil os problemas para instalação de resorts integrados com cassinos não serão diferentes, podendo até ser maiores. Além da aprovação de uma lei no Congresso Nacional, o grupo do bilionário Sheldon Adelson terá que enfrentar a segunda maior carga tributária da América Latina, garantir licenças, estudos de impactos, autorizações…

Comentar com o Facebook