Las Vegas: US$ 30 bilhões para investir em cassinos no Brasil

Compartilhar
Várias cidades que estão com resorts são candidatas a sediar um cassino (Foto: Pixabay)

De olho vivo no projeto do senador Irajá Silveira Filho, do Tocantins, proprietários de cassinos em Las Vegas já adiantaram que o grupo todo tem 30 bilhões de dólares para investimentos iniciais no Brasil, a partir do momento em que foram criados tais estabelecimentos de jogos e diversões no país. O projeto de Irajá é quase idêntico ao dos Estados Unidos sobre os cassinos. Como se sabe, quem decidirá a respeito será o Congresso Nacional (Senado e Câmara), mas é um desejo da hotelaria e dos resorts nacionais que sejam aprovados. Várias cidades que estão com resorts são candidatas a sediar um cassino. O Paraná merece um ou dois cassinos, pois é estado de fronteira, e poderia atrair turistas focados nessa área de diversões. Uma das exigências é que haja resorts interessados, e também que o projeto premie algumas cidades grandes como São Paulo e Rio de Janeiro.

O projeto poderá esbarrar nos protestos das Igrejas, que são contra a instalação dos cassinos. A bancada evangélica é contra. Entre os católicos, nada foi revelado. Mas vamos relembrar que o Brasil já teve cassinos e que foram proibidos de funcionar pelo presidente general Eurico Gaspar Dutra, a pedido de sua esposa, que recebeu a solicitação do arcebispo do Rio de Janeiro nos anos 50.

Naquela época, o ator Grande Otelo fazia sucesso em palcos dos cassinos do Rio.

Um ex-diretor do Quitandinha Palace Hotel, daquela época, reside em Londrina há anos. Trata-se de empresário muto amigo e estimado na cidade. (Coluna Oswaldo Militão – Folha de Londrina)

Comentar com o Facebook