Loterias perdem 0,7% de premiação com a LBI

Compartilhar

Com a sanção pela presidente Dilma Rousseff da Lei nº 13.146, de 6 de julho de 2015, que instituiu a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência – LBI (Estatuto da Pessoa com Deficiência) as loterias perderam mais 0,7 na premiação bruta de todos os produtos.

Pela legislação antiga a premiação bruta das loterias da União destinavam 2% para o Comitê Olímpico Brasileiro – COB e o Comitê Paralímpico Brasileiro – CPB, agora este desconto será de 2,7%. A nova lei, alterou o artigo inciso VI e o § 1º do art. 56 da Lei nº 9.615, de 24 de março de 1998, passam a vigorar com a seguinte redação:

Anteriormente, este percentual era de 2%, sendo que deste montante o Comitê Olímpico Brasileiro – COB ficava com 1,3% e o Comitê Paralímpico Brasileiro – CPB recebia 0,30%.

Pela nova fórmula de cálculo, o COB mantém os 1,3%, mas o CPB passa a receber 1% das loterias da União.

Tabela de payout

Confira na tabela abaixo as premiações das Loterias Caixa antes e depois da Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência – LBI:

 

Modalidade

Prêmio Bruto

Prêmio Líquido

Pré/LBI

Prêmio Líquido

Pós/LBI

Mega-Sena

51%

32,20%

31,50%

Lotofácil

51%

32,20%

31,50%

Quina

51%

32,20%

31,50%

Lotomania

51%

32,20%

31,50%

Dupla Sena

51%

32,20%

31,50%

Timemania

46%

32,20%

31,50%

Federal

70%

45,50%

44,80%

Lotogol

45%

28,00%

27,30%

Loteca

45%

28,00%

27,30%

 

 

 

 

Payout médio

51,22%

32,74%

32,04%

 

Comentar com o Facebook

Deixe uma resposta