Lotto.com: conheça o “iFood das loterias” e entenda como este modelo pode ajudar a desenvolver o mercado brasileiro

Destaque I 19.04.22

Por: Magno José

Compartilhe:
Uma das empresas que exemplificam o funcionamento de um mercado desenvolvido e trazem exemplos para o segmento no Brasil é a Lotto.com

Com a possibilidade de efetuar compras e pagamentos online, reduzem-se os deslocamentos às unidades lotéricas e, consequentemente, cresce a procura por soluções online para a realização de apostas.

Entretanto, a falta de regulamentação dos serviços digitais voltados ao segmento lotérico dificulta a atuação das empresas que oferecem tais soluções. Em mercados já normatizados, como o dos Estados Unidos, a penetração das loterias torna-se mais significativa, causando impactos positivos na economia.

No Brasil, a arrecadação do mercado de loterias representa 0,24% do PIB, enquanto nos Estados Unidos este valor chega a 0,45%. Na Espanha, a penetração é quase três vezes maior, atingindo o patamar de 0,72% do produto interno bruto.

Vale lembrar que grande parte da arrecadação das loterias é repassada ao Governo Federal, que investe o dinheiro nas áreas de segurança, saúde, esporte e cultura, assim levando benefícios para toda a população brasileira.

Lotto.com

Uma das empresas que exemplificam o funcionamento de um mercado desenvolvido e trazem exemplos para o segmento no Brasil é a Lotto.com. O grupo norte-americano trabalha sob o modelo de “courrier”, ou conveniência, já bastante conhecido por aqui.

Entre as empresas que têm a conveniência como estratégia de atuação, uma das mais conhecidas é o iFood. Este modelo de negócios é baseado em uma taxa de serviço paga pelo consumidor ao intermediário. Neste caso, o iFood recebe determinado valor para fazer a conexão entre cliente e restaurante.

Outra das empresas brasileiras de courrier é a T4F, que atua no setor de entretenimento.

Uma das vertentes do trabalho da companhia é o intermédio entre consumidores e produtores por meio da comercialização de ingressos online.

Levando a mesma estratégia para o mercado de loterias, a Lotto.com recebe uma taxa para intermediar as apostas, conectando o consumidor ao operador da loteria, que muda de acordo com o Estado em questão.

No Brasil as loterias estaduais ainda estão em implementação, visto que a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de retirar da União a exclusividade na operação dos jogos lotéricos saiu apenas em setembro de 2021.

Apesar disso, já existem empresas atuando em modelo similar ao da Lotto.com, mas, neste caso, intermediando somente as apostas nas loterias da Caixa Econômica Federal. A principal delas é o Sorte Online, que atua no segmento de serviços lotéricos desde 2003.

Assim como acontece na Lotto.com, quem joga pelo Sorte Online paga uma taxa para conseguir apostar em qualquer loteria da Caixa diretamente pela internet, sem a necessidade de se deslocar a uma unidade lotérica.

O carro-chefe da empresa são os jogos em grupo, popularmente conhecidos como “bolões”. Estas apostas são previamente registradas de maneira oficial no sistema da Caixa e disponibilizadas na plataforma para os apostadores, simplificando o processo de realização de apostas coletivas, que reduzem os custos para o consumidor.

Veja abaixo algumas das empresas de courrier mais populares no Brasil e a área de atuação de cada uma delas em comparação com o Sorte Online.

Marcio Malta, presidente do Sorte Online, enxerga a presença digital das loterias como um caminho natural, que trará benefícios para o mercado e o apostador. “A digitalização dos serviços certamente é um caminho sem volta e permitirá um desenvolvimento sustentável do setor, onde a iniciativa privada pode investir para ampliar o mercado”, afirmou.

Para estar alinhado às boas práticas de empresas que atuam em mercados normatizados, o Sorte Online se juntou, em 2018, ao mesmo grupo da Lotto.com, em uma parceria estratégica.

“A diferença é que nos Estados Unidos temos um mercado evoluído e regulamentado, e este vem sendo nosso trabalho aqui no Brasil: importar as boas práticas, em parceria com operador e reguladores” disse Malta.

O esquema abaixo mostra a diferença dos serviços de courrier nos mercados brasileiro e norte-americano das loterias digitais.

AIDIGLOT

A busca por regulamentação no Brasil, entretanto, ainda não está perto de ser concretizada. Para unificar a voz das empresas do setor e facilitar o diálogo com a Caixa e entidades governamentais, o Sorte Online se tornou membro fundador da AIDIGLOT (Associação dos Intermediadores Digitais de Jogos Lotéricos).

Estima-se que, atualmente, existam mais de 20 empresas brasileiras que oferecem serviços similares, de intermediação de apostas nas loterias, e que podem se associar à AIDIGLOT para reforçar a busca pela regulamentação.

Entre as primeiras ações da associação, já foi realizada uma visita a Brasília, em que os representantes participaram de audiências na Câmara dos Deputados, Senado Federal e Ministério da Economia.

Os próximos passos envolvem o diálogo com a Caixa para buscar soluções conjuntas sobre pautas como a publicação de apps dos associados nas lojas de aplicativos, veiculação de publicidade em plataformas como o Google, opções digitais de pagamento das apostas e soluções de vendas por canais eletrônicos, como, por exemplo, totens de autoatendimento e os próprios websites e aplicativos.

Além disso, a AIDIGLOT também está implementando um processo chamado de Registration Game Safety Check, que funciona como uma auditoria para garantir que todas as apostas comercializadas nos sites foram oficialmente registradas no sistema da Caixa, mitigando assim riscos de fraude ao apostador.

Por meio destas ações e da força de diversas empresas do setor reunidas, a AIDIGLOT visa assegurar que o mercado brasileiro seja cada vez mais inovador, causando impacto positivo para a economia por meio da arrecadação das loterias e da geração de novos empregos em todo o Brasil.

Comentar com o Facebook
error: O conteúdo está protegido.