Mais uma história envolvendo a Mega-SenaA maldiç&at…

Blog do Editor I 31.05.10

Por: sync

Compartilhe:


Mais uma história envolvendo a Mega-Sena

A maldição da Mega-Sena continua. É impressionante a capacidade da loteria produzir de histórias policiais.  Já são vários casos como o do ex-lavrador Rene Senna, que ganhou sozinho R$ 52 milhões na Mega Sena em julho de 2005 e foi assassinado. Tem o do prêmio de R$ 27,7 milhões do concurso 898, que Flávio Junior Biassi e o ex-patrão Altamir José da Igreja da cidade de Joaçaba(SC) disputam na Justiça há dois anos. O relativo ao concurso 1155 da Mega Sena, que envolte o imbróglio do bolão premiado vendido pela casa lotérica Esquina da Sorte, em novo Hamburgo (RS), que não foi registrado. 


Último caso

O último caso é referente ao concurso 783 da Mega-Sena, em julho de 2006, onde  o apostador Fábio Leão de Barros, alega que recebeu R$ 28,2 milhões e depositou na conta do pai Francisco Serafim de Barros, que teria contratado pistoleiros para assassiná-lo. O programa Fantástico da Rede Globo abriu ontem o programa com uma reportagem sobre o assunto. Clique aqui e assista ao vídeo da reportagem


Comento
Com todo este marketing negativo das reportagens, o sonho de milhares de brasileiros de ganhar um prêmio na loteria vai acabar virando um pesadelo.

Comentar com o Facebook
error: O conteúdo está protegido.