Nova Iorque pode ganhar cassinos para equilibrar as contas públicas

Compartilhar
O empreendimento, chamado TSX Broadway, está programado para chegar a 46 andares, com varejo, 669 quartos de hotel e um palco elevado para entretenimento

A empresa responsável por um projeto de US$ 2,5 bilhões na Times Square está lançando um cassino para ancorar o empreendimento.

A L&L Holding Co. está explorando a construção de um cassino na 1568 Broadway, onde a empresa está trabalhando em um projeto que inclui espaço de varejo, um palco para eventos ao vivo e um hotel, de acordo com uma pessoa familiarizada com o assunto.

A proposta é voltada para operadores de cassino que possam estar interessados em uma parceria no projeto, disse a pessoa, pedindo para não ser identificada porque o assunto é privado.

Com a pandemia atingindo os orçamentos locais, há um impulso para expandir o jogo em Nova York, em uma tentativa de aumentar a receita tributária. O governador Andrew Cuomo apoia seguir os passos de New Jersey e outros estados para permitir apostas esportivas online.

Os desenvolvedores estão procurando ir ainda mais longe, vendo Manhattan como um mercado lucrativo para jogos, à medida que o distanciamento social continua afetando os imóveis comerciais. Ainda assim, a ideia de um cassino no coração da cidade de Nova York provavelmente enfrentaria muitas adversidades em meio à forte oposição política.

O jornal New York Times relatou na quinta-feira (21) que, além da L&L, a Vornado Realty Trust sugeriu a ideia de um cassino em suas propriedades próximas à Herald Square.

A L&L não propôs formalmente o projeto às autoridades estaduais. O estado pode emitir três novas licenças de cassino a partir de 2023, mas há pressão para acelerar esse cronograma.

A L&L não quis comentar. Vornado não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

O empreendimento, chamado TSX Broadway, está programado para chegar a 46 andares, com varejo, 669 quartos de hotel e um palco elevado para entretenimento. O Fortress Investment Group é o principal parceiro do projeto, com conclusão prevista para o final de 2022. (Revista Exame – Por Natalie Wong – Bloomberg – Com a colaboração de Patrick Clark)

Comentar com o Facebook