Será que o prêmio da Mega da Virada vai chegar a R$ 225 milhões neste sábado?

Compartilhar

Neste sábado (31), a Mega da Virada promete R$ 225 milhões ao apostador que acertar os seis números que serão sorteados a partir das 20h, em São Paulo (SP), com transmissão ao vivo pela Rede Globo. As apostas para o concurso mais esperado do ano podem ser registradas em qualquer casa lotérica do país, até as 14h do dia 31.

Pela frequência na rede lotérica, existe uma grande desconfiança se o prêmio vai inclusive chegar aos R$ 225 milhões previstos pela Caixa, apesar da premiação retida estar em R$ 82.505.122,23.

A atual premiação recorde da Mega da Virada é de 2014 com R$ 263,2 milhões, a segunda maior foi de 2015 com R$ 246,5 (a previsão era de R$ 280 milhões) e o terceiro prêmio foi de R$ 244,6 milhões em 2012.

A grande dificuldade em prever se o prêmio será maior ou menor que a previsão da Caixa deve-se ao fato do comportamento do apostador, pois diferente de outros anos as lotéricas não estão com filas.

Nesta sexta-feira (30), a mídia repercutiu duas visões diferentes sobre o volume de apostas. Em algumas cidades houve relatos de grande movimentação na rede lotérica, mas na maior parte das reportagens a informação era de pouco movimento.

O jornal Pericópio destaca que apesar da oferta milionária, a procura para apostas tem sido menor em relação a 2015.

“Esse ano as vendas caíram se compararmos com o ano passado. Depois do Natal, pensamos que fosse melhorar, porém ainda não é o ideal. Em termo de valores, houve uma queda de 10%. Esperamos que quando estiver próximo do encerramento das apostas, as pessoas se animem em ficar milionárias e venham até a lotérica”, comentou o coordenador administrativo da Loteria da Apae da cidade de Itu (SP), Nelson Leme.

Publicidade fraca

Outro problema relatado pelos empresários lotéricos e pelos especialistas é que o filme publicitário usado pela Mega da Virada deste ano é muito fraco. Pelo menos, nos outros anos a publicidade era vendedora e atendia as necessidades do produto. Confesso que não entendi como o Marketing da Caixa aprovou um conceito tão fraco da campanha da Mega da Virada deste ano.

Comentar com o Facebook

Deixe uma resposta