Volta dos campeonatos estaduais estimula as apostas esportivas

Apostas I 04.02.22

Por: Elaine Silva

Compartilhe:
Marco Filho diz que para analisar partidas é necessário disciplina e experiência (Foto: arquivo pessoal)

Com o retorno dos campeonatos estaduais de futebol, as apostas esportivas voltam a ganhar espaço entre os apaixonados por esporte, seja por hobby ou para gerar renda extra.

Autorizada por lei desde 2018, a atividade tem conquistado cada vez mais amantes de esporte e o crescimento nos últimos anos é inegável. Com cerca de 450 casas de apostas disponíveis para brasileiros através de aplicativos e sites, as empresas estão estampadas nos uniformes das principais equipes esportivas do mundo, além dos inúmeros comerciais de TV.

De acordo com o empresário e especialista em apostas, Marco Aurélio Filho, de 29 anos, sócio do canal no Telegram ‘Doctor Tips’, com mais de 40 mil alunos e apostadores, para estudar e analisar partidas de diferentes esportes é necessário disciplina e, principalmente, experiência. “Estou no ramo das apostas há sete anos e há um ano tornei isso minha profissão. A parte de análises leva um tempo considerável, já que você analisa todas as condições da partida, utilizando estatísticas e probabilidades que acontecem repetidas vezes nos eventos”, afirma o empresário.

Atividade lucrativa

Além da diversão que a atividade oferece, uma parte dos apostadores consegue gerar renda extra com as apostas esportivas. Para Aurélio Filho, não é fácil nem existe fórmula mágica para transformar a atividade em lucro, apenas estudo, foco, disciplina e, acima de tudo, responsabilidade. “Apenas uma parcela muito pequena de apostadores consegue gerar um bom dinheiro com a atividade, justamente aqueles que se dedicam a adquirir conhecimento e ferramentas para isso. Transformei apostas esportivas em uma renda extra, que logo depois se tornaram minha renda principal”, afirma.

Quem também fez das apostas esportivas uma fonte de renda extra foi o pizzaiolo Ilhiomar Pereira, de 30 anos. Segundo ele, a atividade começou como um hobby, mas logo se tornou uma forma de ganhar dinheiro com as partidas de futebol. “Sou apaixonado por futebol e sempre acompanhei os jogos. Então, comecei a apostar, primeiro apenas por diversão, até eu perceber que conseguiria ganhar dinheiro com isso”, conta.

O pizzaiolo afirma que faz apostas de, em média, R$ 50 e já chegou a ganhar R$ 11 mil em uma jogada. “Eu sempre aposto com responsabilidade e em partidas que tenho conhecimento dos times, jogadores, etc. Quando só estou tendo perdas em um dia, eu dou uma pausa e só volto a apostar quando tenho mais confiança”, diz.

Por outro lado, o educador físico Leonardo Bragantini, de 24 anos, aposta apenas por diversão. Além do futebol, ele também faz suas ‘fézinhas’ em partidas de tênis e basquete. “Como eu assisto muitos jogos na televisão diariamente, comecei a apostar para ter uma diversão a mais nestes momentos. Costumo fazer apostas de, em média, R$ 20 em esportes que acompanho desde sempre”, afirma o apostador.

Para não depender apenas da sorte, Bragantini também participa de grupos de apostadores nas redes sociais para pegar dicas de apostas, métodos e análise, além de discutir com os amigos. “Como eu comecei no ramo das apostas há apenas dois anos, sempre pesquiso sobre dicas de apostas, métodos e quais aplicativos usar”, explica o educador.

Métodos e dicas

Apesar das vantagens, as apostas podem acarretar problemas com vício. As próprias casas de apostas dão suporte sobre jogo responsável e limitações em caso de apostadores passarem muito tempo na plataforma, mas a maioria dos iniciantes se perdem nesta questão.

Confira as dicas do especialista para iniciar no ramo das apostas:

– Ingressar na casa com uma quantia que você possa perder e não te afetará.

– Não imaginar que ganhará quantias absurdas de maneira fácil. Não existe dinheiro fácil

– Falta de informação é seu maior inimigo. Estude gestão de banca, métodos, e procure informações boas de verdade.

– Não deixe que apostas consumam seu tempo e te afetem em outras áreas da sua vida.

– Entenda que você é um investidor e o foco é sair com lucro de cada operação. E não apostar por apostar. (Jornal de Jundiaí – Luana Nascimbene)

Comentar com o Facebook
error: O conteúdo está protegido.