Cai em 10% o número de apostadores que procura as lotéricas para pagamento de contas em Suzano (SP)

Lotérica I 05.08.22

Por: Magno José

Compartilhe:
PGR demorou 5 anos e 5 meses para questionar a Lei dos Lotéricos
Alternativas digitais para pagamentos de contas nos aplicativos podem ter contribuído para tal mudança no cenário das lotéricas

O número de apostadores que procura as casas lotéricas para pagamento de contas reduziu 10% após queda de casos de Covid-19.

Segundo o Carlos Sprengel, gerente da lotérica “O Sortudo”, localizada na região central do município, o movimento desse tipo de serviço na região reduziu após a total reabertura das agências.

As alternativas digitais para pagamentos de contas nos aplicativos podem ter contribuído para tal mudança no cenário das lotéricas.

O DS escutou clientes que estavam no estabelecimento para entender o que acontece. Para o aposentado Jorge Cardoso, o que o motiva a frequentar as agências de lotéricas é uma eventual premiação de aposta.

“Venho para as lotéricas quase todas as semanas para fazer um joguinho, né? Às vezes tem fila. A gente nota um movimento, mas nada como era antigamente”, afirma Jorge.

Ele segue: “Desde a pandemia eu já fui me acostumando usar a internet para pagar as continhas do mês, então, praticamente, não procuro mais esse tipo de serviço”.
Para a auxiliar de escritório, Laísa Souza, o que a faz utilizar o atendimento das agências, é a ocasional praticidade.

“Eu venho uma vez ou outra porque fica perto do meu trabalho e preciso pagar alguma conta rápida, e aí aproveito o trajeto, tipo hoje. Não tenho o hábito de fazer as apostas e hoje em dia é bem tranquilo usar os aplicativos para pagar boletos, acho muito mais prático”, diz.

Entre os serviços oferecidos pelas lotéricas, estão o pagamento de água, luz e telefone; serviços financeiros como correspondentes da Caixa Econômica Federal; recebimento de benefícios do governo e apostas. (Diário de Suzano – Donizetti Tobias Jr. – SP)

Comentar com o Facebook
error: O conteúdo está protegido.