Documentário agrada a família de Castor de Andrade

Compartilhar

A colunista Sonia Racy revela em sua coluna Direto da Fonte veiculada no O Estado de S.Paulo que a série sobre Castor de Andrade mostrando a ascensão de um dos maiores contraventores brasileiros agradou, quem diria, a família dele.

A produção na linha documental foi considerada equilibrada pelos parentes do bicheiro morto aos 71 anos de infarto em 1997.

Chamada Doutor Castor, mostra como ele se infiltrou no futebol e no samba para tentar se legitimar. Foi presidente da Mocidade Independente de Padre Miguel.

Comentar com o Facebook