Euromilhões tem maior prêmio da história no sorteio desta sexta-feira

Compartilhar
Até ao momento, o maior primeiro prêmio da história do Euromilhões, no valor de 200 milhões, foi atribuído em França a um único apostador
Duzentos e dois milhões de euros! É este o valor do primeiro prêmio do Euromilhões no sorteio desta sexta-feira (19). É “o maior de sempre, desde que o jogo foi lançado em fevereiro 2004”, realça os Jogos Santa Casa em comunicado.
A  nota da SCML lembra que desde a introdução do jogo em Portugal, já foram atribuídos 71 primeiros prêmios ao país, no valor total acima dos 2.300 milhões de euros.
O valor do prêmio sorteado hoje surge depois de, em fevereiro de 2020, terem sido introduzidas várias novidades no Euromilhões, “sendo o aumento do valor máximo do jackpot, de 190 milhões para 200 milhões de euros, a principal”.
Outra das novidades foi a regra do incremento progressivo do jackpot. “Esta regra determina que, caso o jackpot máximo seja atribuído, no ciclo seguinte de jackpots o valor máximo aumentará para parcelas de 10 milhões, até atingir o montante máximo de 250 milhões”, explica os Jogos Santa Casa.
Ou seja, no concurso de 11 de dezembro de 2020 foi atribuído o jackpot máximo no valor de 200 milhões de euros e, consequência desta atribuição e da aplicação da regra, o atual valor máximo do jackpot passou para 210 milhões de euros, valor em jogo nesta sexta-feira.
Até ao momento, o maior primeiro prêmio da história do Euromilhões, no valor de 200 milhões, foi atribuído em França a um único apostador. O maior atribuído em Portugal foi em outubro de 2014 no valor de 190 milhões de euros, é recordado ainda no comunicado.
O primeiro sorteio do Euromilhões realizou-se no dia 13 de fevereiro de 2004 em Paris, sendo o grupo de países organizadores constituído por Espanha, França e Reino Unido. A estes países europeus juntaram-se Portugal, Áustria, Bélgica, Irlanda, Luxemburgo e Suíça, tendo o primeiro sorteio já com as apostas dos nove países sidos realizado a 8 de outubro de 2004. (Com Notícia ao Minuto)
Comentar com o Facebook