Google Play Store agora pode receber apps de jogos de azar e apostas em mais países, inclusive no Basil

Compartilhar
Para enviar seus aplicativos para a Google Play Store os desenvolvedores primeiro terão que concluir um processo de inscrição exclusivo

Nesta sexta-feira, 29, o Google publicou uma nova política para a sua loja de aplicativos, a Google Play, que permite o download de aplicativos de apostas em diversos países – e aumenta a quantidade de apps disponíveis para os brasileiros.

No Brasil, os jogos de azar já eram permitidos para download na Play Store. Com a nova política para jogos, no entanto, mais aplicativos poderão ficar disponíveis para os usuários. Agora será possível apostar dinheiro real em jogos de azar e baixar novos apps, como de loteria (com permissão limitada à aprovação da Caixa Econômica Federal) e de apostas em corridas de cavalos.

Antes da aprovação, usuários do Android baixavam um APK diretamente do site de serviços de apostas – o que ameaçava a segurança dos indivíduos.

De acordo com o Google, agora será possível publicar aplicativos na Play Store que contenham cassino online, loterias, apostas esportivas e fantasy Sports. A novidade é válida para cerca de 15 países:

Austrália, Bélgica, Canadá, Colômbia, Dinamarca, Finlândia, Alemanha, Japão, México, Nova Zelândia, Noruega, Romênia, Espanha, Suécia e Estados Unidos. Nos EUA, a aprovação depende do estado onde o usuário se encontra – jogos de apostas em esportes, por exemplo, só estão permitidos no Colorado, Iowa, Montana, entre outros.

No entanto, as alterações não são imediatas. O Google esclarece que os desenvolvedores só poderão publicar seus aplicativos de jogos a partir do dia 1º de março de 2021. Além disso, a empresa ressalta que cada país terá um critério diferente de avaliação dos apps.

Para que um app de apostas seja colocado na Google Play, ele precisa seguir uma série de requisitos, como “obedecer a todas as legislações e padrões do setor aplicáveis dos países em que é distribuído”, “impedir que usuários menores de idade façam uso dele”, “ser gratuito para download e instalação”, “ter a classificação “AO” (Adult Only, “somente adultos”) ou equivalente pela Coalizão Internacional de Classificação Indicativa (IARC, na sigla em inglês)” e “não pode ser publicado como pago no Google Play nem usar o Faturamento do Google Play no app”.

Os desenvolvedores também precisam passar por um processo de inscrição para distribuir o app, ter uma licença de jogos de azar válida para cada país ou estado/território e não pode oferecer um tipo de “jogos de azar que exceda o escopo da licença.”

Cabe destacar que essa modalidade de aplicativo já é permitida no Brasil, Irlanda, França e Reino Unido. Assim, por mais que negue, o Google finalmente está fazendo algumas concessões na Play Store após diversas ameaças de processos antitruste. (Com Tudo Celular e Exame)

Comentar com o Facebook