Lotérica que premiou aposta única da Mega-Sena em R$ 94 mi vira ‘point’ e passa a fazer jogos para outros estados

Lotérica I 24.03.22

Por: Elaine Silva

Compartilhe:
Lotérica Mongaguá, onde aposta do ganhador de R$94 milhões na Mega-Sena foi realizada (Foto: Márcia Rossi/Lotérica Mongaguá)

O prêmio de R$ 94 milhões da Mega-Sena, que saiu em um jogo simples realizado por um apostador em Mongaguá, no litoral de São Paulo, gerou um mistério entre os moradores da pequena cidade. A Lotérica Mongaguá, onde a aposta foi realizada, colhe frutos positivos com a fama de pé quente e está até realizando jogos por telefone para apostadores de outros estados. Até a manhã desta quarta-feira (23), o ganhador não havia se apresentado para a retirada do prêmio, segundo a Caixa.
Ao g1, a administradora da Lotérica, Márcia Rossi, disse, nesta quarta-feira (23), que o movimento está bom e contínuo. “O pessoal gostou da notícia e está vindo mesmo. Vários falando que só vão jogar aqui e a gente até recebeu ligações de outros estados e que estão jogando com a gente agora”, comemora a proprietária.

Segundo Márcia, apostadores do Espírito Santo e de Minas Gerais entraram em contato com a Lotérica para realizar apostas por telefone. “A pessoa escolhe os números, paga por pix e aí a gente anota o CPF da pessoa atrás para torná-lo intransferível, mas se ganhar tem que vir até aqui [buscar o bilhete]”, explica.
Ela conta que já faziam apostas por telefone antes desse resultado, mas que era apenas para conhecidos e moradores do município. “Mas pessoas de fora, de outro estado, de longe, a gente não fazia não. Começou agora depois do prêmio”, diz.

Para a administradora da Lotérica, isso é algo muito bom já que o estabelecimento não ganha comissão pelo prêmio. “Já que a gente não ganha em valores, só a comissão do jogo, mas a propaganda e o movimento que a gente vai conseguir, vai ajudar a voltar ao normal de antes da pandemia, então é muito gratificante”.
“E as meninas estão na expectativa da ‘caixinha’, falaram que iam enviar o pix, mas lembraram que tem limite [de transferência] e então que iriam passar o número da conta [bancária] para o ganhador poder depositar um valor maior”, brinca.

Suspense
Márcia afirma que todos no município seguem em suspense, pois o ganhador ainda não se apresentou para dar início do processo de retirada do prêmio. “Todo mundo tem um monte de desconfiança, mas nada concreto, nem sinal do ganhador. Tomara que ele apareça logo.”
Por ser uma cidade turística, existe a possibilidade do ganhador não ser de Mongaguá e ter apenas realizado a aposta no município. “Está correndo a história de que foi um ganhador daqui de Mongaguá [mesmo], mas a gente não tem certeza de nada. Cada um fala uma coisa”.
Para retirar o prêmio, é necessário apresentar o bilhete com a aposta, documento pessoal e comprovante de residência. Márcia enfatiza que é importante não escrever nada no bilhete, pois pode perder a validade do mesmo. “Se rasurar, se ficar ilegível pode atrapalhar o recebimento do prêmio”.

Prêmio
Além do bilhete de Mongaguá, um bilhete de Uberlândia (MG) também foi sorteado. Segundo apurado pelo g1, ambos os bilhetes foram de apostas simples, com apenas seis dezenas. Os números sorteados foram 02, 07, 24, 43, 52, 56.
Já haviam se passado 12 concursos regulares sem vencedores, e o prêmio deste fim de semana foi o quinto maior da história, se forem desconsiderados os sorteios da Mega da Virada.
Em nota, a Caixa informou que o ganhador de Uberlândia (MG) do concurso 2.464 da Mega-Sena teve seu processo de pagamento iniciado, mas que o ganhador de Mongaguá ainda não havia se apresentado em uma agência bancária até o final da tarde de terça-feira (22). (Brenda Bento, g1 Santos e Região)

***

Apostador que ganhou R$ 94 mi com aposta única da Mega-Sena dá entrada no processo de retirada do prêmio no litoral de SP
Um dos dois bilhetes sorteados foi feito na ‘Lotérica Mongaguá’, no litoral de São Paulo
O apostador que ganhou R$ 94 milhões com aposta única da Mega-Sena em Mongaguá, no litoral de São Paulo, deu entrada no processo de resgate do prêmio, segundo confirmado pela Caixa ao g1 nesta quinta-feira (23).
O prêmio mudou a rotina da cidade e aguçou a curiosidade dos moradores do município que querem conhecer o felizardo. A Lotérica Mongaguá, onde a aposta foi realizada, está colhendo frutos positivos com a fama de pé quente e passou a receber pedidos de jogos por telefone de apostadores de outros estados.
Ao g1, a administradora da Lotérica, Márcia Rosse, disse que o movimento está bom e contínuo.
“O pessoal gostou da notícia e está vindo mesmo. Vários falando que só vão jogar aqui e a gente até recebeu ligações de outros estados e que estão jogando com a gente agora”.
A equipe da Lotérica, segundo Márcia, está ansiosa e na expectativa para o ganhador aparecer e oferecer a famosa ‘caixinha’, como uma forma de agradecimento aos profissionais do local ou para quem realizou o atendimento.
No entanto, ela acredita que a pessoa não aparecerá. “Eu não apareceria. A cidade é pequena, a pessoa pode ficar muito visada, mas se precisar de informação, ela pode vir me procurar diretamente”.

Prêmio
Além do bilhete de Mongaguá, um bilhete de Uberlândia (MG) também foi sorteado. Segundo apurado pelo g1, ambos os bilhetes foram de apostas simples, com apenas seis dezenas. Os números sorteados foram 02, 07, 24, 43, 52, 56.
Já haviam se passado 12 concursos regulares sem vencedores, e o prêmio deste fim de semana foi o quinto maior da história, se forem desconsiderados os sorteios da Mega da Virada.
Em nota, a Caixa informou que o ganhador de Mongaguá (SP) do concurso 2.464 da Mega-Sena teve seu processo de pagamento iniciado na terça-feira (22). O apostador de Uberlândia ainda não deu início ao processo de resgate do prêmio. (g1 Santos e Região)

Comentar com o Facebook
error: O conteúdo está protegido.