Vendas da vídeo-loteria despencam na China

Compartilhar
As vendas totais da loteria na China caíram 22% entre janeiro e novembro de 2020

As vendas de loterias caíram 4,6% com relação ao ano anterior em novembro, para CNY 36,04 bilhões (US$ 5,58 bilhões). O Ministério das Finanças do país atribuiu a queda às vendas de vídeo-loteria, que despencaram 80% durante o período para apenas CNY1.600 (US$ 247).

As vendas da loteria esportiva representaram CNY21,02 bilhões (US$ 3,25 bilhões) do total, mas caíram 0,2% desde a comparação com novembro de 2019.

As vendas da loteria esportiva digital aumentaram 10,3% durante o período, enquanto as vendas de jogos de apostas esportivas caíram 11,4%.

O segmento de loteria de bem-estar informou CNY15,02 bilhões (US$ 2,32 bilhões), representando um declínio de 10,1% ano a ano.

As vendas de jogos para vitórias instantâneas cresceram 21,3% com relação ao ano anterior, para CNY1,6 bilhões (US$ 247 bilhões). Keno relatou o maior crescimento e totalizou CNY3.4 milhões (US$ 526.146)

Entre janeiro e novembro de 2020, as vendas da loteria caíram 22% em comparação com o mesmo período em 2019, e totalizaram CNY297,44 bilhões (US$ 46 bilhões).

As vendas da loteria de bem-estar caíram 25,1% e as vendas da loteria esportiva 19,4% durante o mesmo período.

Novos limites para loterias esportivas

Desde 1º de novembro de 2020, todas as províncias, regiões autônomas ou municipalidades chinesas podem operar apenas um sorteio rápido de loterias esportivas virtuais.

Um recente aviso conjunto do Ministério das Finanças, do Ministério dos Assuntos Civis e da Administração Geral do Esporte anunciou as restrições às vendas de jogos de loteria de bem-estar de sorteio rápido e jogos de loteria de esportes de alta frequência.

Após o feriado anual do Festival da Primavera de 2021, todos os jogos de abertura rápida de alta frequência serão interrompidos. (Focus Gaming News Ásia)

Comentar com o Facebook