Home Apostas Itália fecha lojas de apostas com impostos não pagos durante a pandemia
< Voltar

Itália fecha lojas de apostas com impostos não pagos durante a pandemia

30/07/2020

Compartilhe

O novo diretor-geral da ADM, Marcello Minenna, sinalizou que ele adotará uma postura dura quanto aos impostos não pagos

A agência aduaneira italiana ADM (Agenzia Dogane e Monopoli) sugeriu que não permitirá que as casas de apostas que se recusaram a pagar impostos tributários sob o impacto da pandemia do Covid-19 fiquem abertas e iniciou conversas com a polícia para fechar as lojas de apostas com impostos pendentes.

Marcello Minenna, o novo diretor-geral da ADM da Itália, iniciou discussões com a Guardia di Finanza (GDF), a unidade de polícia financeira, para delinear um processo a ser seguido para fazer fechamentos nos próximos meses.

Minenna disse que continuará com a atitude estrita da agência em relação a impostos não pagos, uma vez que pretende coletar 120 milhões de euros informados que permanecem vencidos desde 2018.

Ele precisa do acordo da GDF para sancionar os fechamentos propostos, mas afirma que as novas emendas à lei de orçamento da Itália para 2020, aprovadas em dezembro passado, dão à ADM o direito de impor fechamentos de negócios em seu papel de agência reguladora de jogos de azar na Itália.

A Corte Suprema da Itália, a Corte di Cassazione, deve julgar 200 condenações fiscais pendentes até o final do verão.

A ADM alertou as casas de apostas contra a apelação de suas medidas, observando que o Tribunal de Justiça Europeu (TJE) aprovou as emendas da Lei do Orçamento, constatando que elas não infringem as condições comerciais do Tratado Europeu.

As casas de apostas na Itália já sofrem devido ao impacto do Covid-19 e a um novo imposto nas apostas esportivas. (Com Gambling Insider)