Análise: Massachusetts Lottery é um case a ser analisado

Loteria I 03.08.22

Por: Elaine Silva

Compartilhe:
Operação lotérica pelo Consórcio Brasil Central pode ter obstáculos na legislação vigente 1
Outro ponto importante para o sucesso da loteria de Massachusetts é a comercialização atravéde 7 mil pontos de venda no estado, que corresponde a 1 para 1.000 habitantes

A operação da Massachusetts Lottery deveria servir de exemplo para os brasileiros. A loteria do estado, que tem 6,8 milhões de habitantes, arrecada anualmente US$ 5,82 bilhões, que gera uma venda de bilhetes de loteria per capita por ano de US$ 833,34.

A Massachusetts Lottery opera 171 jogos, sendo a maioria loteria instantânea e os tradicionais como a PowerBall, Mega Millions, MegamBucks, Bingo, Keno, Luck for Life, The Number Game, Mass Cash, Cash Wheel Live, entre outros.

Um dos principais fatores de sucesso da loteria é o elevado payout de 76,4% (a média das Loterias Caixa é de 36,20%) que é muito acima do payout médio das loterias norte-americanas de 61,7%.

O especialista em loterias e CEO da Hebara, Amilton Noble comentou com o BNL sobre o vigor da operação da Massachusetts Lottery.

“Enquanto isso, por aqui, a venda per capita da Caixa é US$ 17, quase 50 vezes menos. Essa diferença não é só motivada pela diferença de renda, mas o Payout é a chave da diferença. Nenhum jogo resiste à retirada de 43% (repasses sociais) + IR do giro do produto. Enquanto nas apostas esportivas volta de 80% a 90% para alimentar o próprio jogo nas loterias isso não passa de 30%”, comentou.

Outro ponto importante para o sucesso da loteria de Massachusetts é a comercialização. São 7 mil pontos de venda no estado, que corresponde a 1 para 1.000 habitantes, que corresponde a média adotada nos principais mercados lotéricos, enquanto a Caixa tem 13.500 lotéricos com a incrível relação de 1 lotérico para 15.800 habitantes.

Comentar com o Facebook
error: O conteúdo está protegido.