e-Sports no Brasil: um mercado surpreendente

E-Sports I 21.03.22

Por: Elaine Silva

Compartilhe:
O Brasil é um dos maiores epicentros de e-Sports do mundo

Os eSportes, ou “Esportes Eletrônicos” fazem parte de um mercado que tem se expandido de forma astronômica no Brasil. De acordo com o levantamento feito em 2021 pelo Twitter, rede social que mais propicia encontros entre desenvolvedores de jogos, streamers, criadores de conteúdo, ligas, times, jogadores e comentaristas, o Brasil é o quinto país do mundo que mais tuitou sobre games.

O levantamento mostra também que globalmente foram escritas mais de 2,4 bilhões de mensagens sobre games no Twitter, no ano passado. Isso representa um aumento de 14% em relação a 2020 e de 10 vezes em relação ao levantamento de 2017.

No ranking de atletas de e-Gaming mais comentados do mundo, figuram os brasileiros @Nobru (6º colocado) e @FalleNCS (7º colocado).

Embora a pandemia tenha causado danos aos eventos presenciais de e-Gaming, de acordo com dados da Newzoo, o confinamento de pessoas em casa pelo mundo fez com que o número de jogadores casuais e frequentadores de plataformas de streaming aumentasse significativamente.

Em 2020, ano sem eventos presenciais, houve um aumento de 9,6% no número de espectadores de games nas plataformas de streaming. Já em 2021, com a relativa retomada dos eventos presenciais, os números ainda cresceram 8,7%.

O estudo também mostra que a tendência é que no ano de 2024, a audiência de plataformas de e-Games atinja 570 milhões de pessoas. Este aumento está, obviamente, vinculado com um crescimento do faturamento da categoria.

Aprenda como o mundo do e-Gaming funciona

Se você ainda não sabe como esses esportes alcançaram uma posição tão significativa no mundo dos jogos, é interessante saber como os e-Sports se organizam.

O e-Sport nasceu a partir do trabalho das empresas desenvolvedoras dos jogos. A partir daí foram criadas as organizações de ligas em cada modalidade, surgindo também os jogadores profissionais. Grande parte dos eventos acontece em plataformas de streaming.

Entre as empresas desenvolvedoras mais famosas estão a Valve, Riot Games, Epic Games e Blizzard. Os jogos League of Legends e Valorant, dois exemplos de sucesso dentro dos e-Sports, foram lançados pela Riot Games.

As empresas de eSports também criam seus times — equipes de jogadores, famosas em todo o mundo. Algumas das mais conhecidas organizações de e-Sports são TSM, Cloud9, Team Liquid, FaZe Clan e Geng.G. Elas contam com muito valor de mercado e são detentoras de enormes faturamentos. As empresas brasileiras INTZ, paiN Gaming e LOUD, também têm se tornado cada vez mais populares.

Os jogadores profissionais de eSports são contratados pelos times, e os melhores são muito bem remunerados. Jogadores como Johan “N0tail” Sundstein (OG – Dota 2), Kyle “Bugha” Giersdorf (Sentinels – Fortnite) e Nicolai “dev1ce” Reedtz (NiP – CS:GO) estão entre os mais famosos e bem sucedidos do mundo.

Certamente, o Brasil irá continuar crescendo muito no cenário dos e-Sports, assim como tem sido no cenário das apostas esportivas. Continue acompanhando o blog da Control+F5 Gaming e saiba tudo sobre jogos e apostas. (Control+f5 Gaming)

Comentar com o Facebook
error: O conteúdo está protegido.