História das Loterias – Loteria Mineira

Compartilhar

Desde sua criação, por concessão do governo federal, através da Lei Federal nº 6.259/44 e Decreto-Lei Federal nº 204/67, a Loteria do Estado de Minas Gerais vem gerando benefícios diretos e indiretos para toda comunidade mineira. A Loteria é um exemplo de instituição pública altamente rentável, geradora de recursos e de elevada simpatia, inteiramente independente de verbas do Governo, é um dos poucos órgãos que, além de autônomo, é um centro de arrecadação de recursos para importantes obras sociais. Em 02 de agosto de 1923 um felizardo do Rio de Janeiro ganhava 100 contos de réis. E um outro de B.H, não menos bem-aventurado, ganhava 50 contos. A então Cia. de Loterias de Minas Gerais fazia os seus dois primeiros milionários. Com uma única extração por mês e pagando religiosamente seus prêmios, a Cia. de Loterias foi consolidando seu imenso prestígio junto aos mineiros. Já àquela época, a Companhia tinha por compromisso, condicionado a concessão do Estado, destinar parte de seus lucros às obras sociais do governo. Assim, centenas de escolas, hospitais e instituições de caridade foram beneficiadas. Três anos após a primeira extração, o então presidente da Companhia, Baldomero Barbará, aumentou o número de bilhetes e dobrou o valor dos prêmios. Em 1939, o então Governador do Estado, Benedito Valadares, baixou um decreto encampando a Cia. de Loterias de Minas Gerais, incorporando-a à Secretaria de Finanças. Nascia assim a Loteria do Estado de Minas Gerais. Crescendo, ampliando os subsídios oferecidos ao Estado e beneficiando cada vez mais a ação social do Governo, a Loteria Mineira proporcionou a inauguração de novas escolas, creches, hospitais, além de obras de saneamento e urbanização. Foram os recursos da Loteria Mineira que permitiram a construção de instituições como a FEBEM, Fundação Hilton Rocha, Hospital Mário Pena, além de outras obras de incentivo ao esporte amador e profissional. Em 1965, era inaugurado o Estádio Magalhães Pinto, o Mineirão. Uma das principais obras construídas com recursos da Loteria Mineira, através da Lei nº 1947, de 13 de agosto de 1959, sancionada pelo então Governador Bias Fortes. Hoje, considerado um dos maiores estádios do mundo, o Mineirão é um exemplo concreto da arrecadação e da criteriosa distribuição dos benefícios repassados pela Loteria. Em 1982, a Loteria Mineira implantou a unidade móvel de sorteio, permitindo às cidades do interior assistir ao vivo as extrações. A unidade móvel consiste em um caminhão equipado especialmente para esta finalidade começou a circular pelo interior do Estado levando o sorteio às mais diversas cidades. O caminhão da Loteria Mineira, além da extração, promove shows e as mais variadas atrações, fazendo da extração uma verdadeira festa para a cidade. Desde sua criação, a unidade móvel já visitou cerca 350 de municípios mineiros, proporcionando a mais de 1.500.000 pessoas a participação nesse espetáculo.

Comentar com o Facebook

Deixe uma resposta